O que é pobre e o que é minoria? Ainda as cotas.

8
1319

[1] Conceito que ganhou espaço a partir do célebre capítulo de Hegel a respeito da “dialética senhor e do escravo” na Fenomenologia do Espírito.

[2] Noção elaborada pelos clássicos do pensamento social: Marx, Durkheim e Weber.

[3] O conceito é de Foucault e refere-se ao local interior a outro, mas que tem suas regras próprias, diferentes daquelas próprias do espaço que o abarca, sendo essa sua legislação interior vista como permitida pela instituição maior o que o abarca. A Academia de Platão foi uma das primeiras heterotopias.

4.9 27 votes
Article Rating
Subscribe
Notify of
guest
8 Comentários
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
View all comments
marcos
marcos
1 mês atrás

parece que parte dos pobres não tem visão que precisa lutar em todas trincheiras,em busca de todos tipos de direitos e valores

JOAO GAMA DOS SANTOS
JOAO GAMA DOS SANTOS
1 mês atrás

Admiro sua análise dos temas, merece reflexão!

Lucas Magalhães
Lucas Magalhães
1 mês atrás

Muito bom o texto… Me fez refletir sobre o preconceito de classe e contras minorias.
Importante entendermos o papel das cotas em nossa sociedade.
Tem uma música que conheci recentemente…
Cota não é esmola – Bia Ferreira.
Vale ouvir.

Marcos
Marcos
1 mês atrás

Excelente texto professor,para que nós possamos refletir um pouco em meio ao caos em que estamos envolvidos, temos que manter a lucidez para entender mos que movimentos identitários A,B,C não se sobrepõem, e sim, se completam.

Miriam
Miriam
1 mês atrás

Excelente texto me ajudou a entender a questão das cotas.
 

Dione Castro
Dione Castro
27 dias atrás

A narrativa que temos acesso – de modo vulgar – sobre as políticas de cotas (ou políticas afirmativas ou políticas de afirmação), está pautada em uma caricatura de “dívida” histórica. Como se isso fosse possível de ser uma aplicação da “equidade”. De fato, este modo de entender é frágil. Deteriora-se em si mesmo. Todavia, observando o contexto histórico e conceitual do pobre (trabalhador), do preto, do índio etc., e suas respectivas “oportunidades – leia-se falta de – de estarem no mesmos espaços que os demais torna-me coerente sua narrativa, professor. Na verdade, todas estas “ações” são uma tentativa de desconstruir… Read more »

Last edited 27 dias atrás by Dione Castro
Dione Castro
Dione Castro
26 dias atrás
Reply to  Ghiraldelli

Sim, claro. Faz-me refletir e construir um senso crítico a tudo que observo.
Grato, por interagir.
Dione Castro