Go to ...

on YouTubeRSS Feed

18/09/2019

Vídeos

Aqui estão alguns canais de vídeos e também vídeos discriminados. Há também dois volumes com o título “Filósofos Essenciais”  e  dois volumes com o título “Cristianismo sob perspectiva filosófica”, que foram comercializados em bancas de revistas e que podem, agora, ser adquiridos pedindo para o e-mail fghi29@gmail.com (Fran).

Agora, se você tem uma Internet razoável, pode assistir vídeos meus e da Fran (tudo gratuito) nesses endereços:

Youtube: http://youtube.com/pgjr23

Dailymotion: http://dailymotion.com/pgjr23

Worldtv: http://worldtv.com/tvfilosofia

Programa Hora da Coruja: VIMEO 1 e VIMEO 2

 

Vídeos em destaque:

Platão e a criação da filosofia

Vídeo sobre a leitura do Fedro

Sócrates e a subversão da pederastia

Sobre Hipatia e o quadro de Rafael

A caverna de Platão

O que é metafísica

O Jesus dos filósofos

Filosofia como desbanalização do banal

Mais dicas sobre metodologia da filosofia

Você acredita em Deus?

Contra a banalização da filosofia

Freud e a Ética

Richard Rorty

O que é uma abordagem filosófica

Ideologia

Sobre Heidegger

Platão 1

Platão 2

Epicuro

Mito e razão

Criacionismo e evolucionismo

Sócrates 1

Kant e o Iluminismo

Kant e o Iluminismo 2

Preconceito

Inclusão

Conversa com Olgária Matos

Sobre Rousseau.

Sobre Locke

Sobre Liberdade

Pragmatismo

Karl Marx

Foucault

Wittgenstein

Santo Agostinho

Peter Sloterdijk

Mais sobre Peter Sloterdijk

Nietzsche: “Deus está morto”

Temáticos, experimentais e de aplicação

Sobre Justiça

Sobre Riqueza

Sobre Leitura

Marx e o orgasmo

Nietzsche e Wittgenstein

Vídeos de Filosofia da Linguagem

Sobre vício, droga a partir de Sloterdijk

13 Responses “Vídeos”

  1. Maurício Zani
    01/07/2019 at 18:19

    Professor Paulo,

    Já faz alguns meses que tenho, na medida do possível, assistido a seus vídeos no youtube. Tenho aprendido bastante e agradeço a você por compartilhar o material que cria.

    Tenho percebido que uma boa parte das pessoas comuns que ainda apoiam o bozo / moro e a quadrilha, muitas vezes o fazem por desinformação ou por um condicionamento muito profundo a que foram submetidas, através dos meios de comunicação e mídias sociais ( TV / Rádio / Internet / WhatsApp / Facebook / Jornais …).

    Mesmo que se diga a estas pessoas que a realidade é diferente do que elas imaginam, mesmo que se mostrem relatórios governamentais, dados estatísticos, artigos científicos, depoimentos de especialistas e até notícias reais em que os fatos são expostos com evidências, estas não acreditam e não alteram suas convicções enraizadas.

    Como exemplo, basta ver que muitas pessoas simples que serão prejudicadas pela reforma da previdência proposta pelo governo atual, estão apoiando esta proposta, e ninguém consegue fazê-las mudar de opinião.

    Simplesmente dizem que são informações falsas, sem sequer parar para pensar um pouco sobre o assunto e muito menos realizar alguma pesquisa para ampliar seu conhecimento, visto que devido à má qualidade de sua formação escolar, muitos também tem dificuldades ou preguiça de ler e interpretar textos.

    As últimas eleições mostraram o quanto estas pessoas são vulneráveis a ataques de engenharia social.

    Hoje, todos sabemos quais foram as técnicas e os meios usados para tais ataques e quais os resultados. A direita investiu muito dinheiro em especialistas para obter estes resultados.

    Para que consigamos mudar a situação atual do país, para que possamos ter um futuro melhor, penso que é preciso aprender a se comunicar com estas pessoas, falar sua língua, é preciso que estas pessoas nos reconheçam como iguais, como brasileiros que querem que TODOS os corruptos paguem por seus atos, e como quem quer que todos nós brasileiros e nossos filhos tenhamos vidas melhores num futuro mais próximo possível.

    Acho que o Lula conseguia se comunicar muito bem com todos os brasileiros e tocar seus corações. Parece que as histórias de vida que o Lula contava, conseguiam captar e manter a atenção de quem o estava ouvindo.

    No fundo, parece que existe algum tipo de preconceito que gera desconfiança, que separa quem busca estudar os fatos para se informar de quem acha que é perda de tempo ou tem dificuldades para se informar de uma maneira confiável.

    Assim, gostaria de pedir ao professor, que se possível, grave e publique um vídeo ou um texto, abordando este assunto: Como podemos nos comunicar com as massas, por quais caminhos podemos guiar seus raciocínios para que comecem a perceber a realidade, sem melindrá-los, sem usar uma linguagem muito formal e menos ainda qualquer tecnicismo. Como conversar, por exemplo, com o vendedor de uma loja popular, um pipoqueiro, uma empregada doméstica, um mecânico, um pedreiro, um office boy ou um operário na fila do ônibus.

    Também posso estar errado nas minhas percepções, que citei acima, e qualquer correção ou esclarecimento será muito bem-vindo.

    Parabéns pelo trabalho que tem feito!

  2. ALEX DRUZIANI
    07/05/2019 at 15:10

    Prezado Paulo,

    eu imagino agora como está o pessoal que vaiou o Roger Waters…rssss
    comenta pra gente por favor, vaiaram, creio que já se arrependeram…kkkkk
    Grande abraço!

  3. Leandro Dias de Almeida
    14/01/2019 at 01:53

    Ola prof. Paulo, sou inscrito do seu canal, estou deixando uma mensagem importante aqui porque sei que aqui vc consegue ver todos os comentarios ao contrario de no youtube. Tambem não tenho seu email, se vc quiser passar pra mim eu agradeceria tambem. Eu vim para te avisar sobre seu video “Battisti mostra a deficiência fatal de Eduardo Bolsonaro”, não sei se eu o entendi mal mas eu acredito que vc cometeu um engano, houve sim um periodo que foi denominado como anos de chumbo na Italia e eu vou deixar uns links aqui para provar:
    http://g1.globo.com/mundo/noticia/2014/04/italia-vai-abrir-arquivos-secretos-dos-anos-de-chumbo.html

    https://www.bbc.com/portuguese/noticias/story/2004/01/printable/040106_anarchistg.shtml

    • 14/01/2019 at 07:12

      Leandro não foram os ataques dos terroristas que PROVOCARAM os anos de chumbo. Entendeu?

  4. VINICIUS FERNANDES PEREIRA
    05/01/2019 at 23:55

    Olá paulo gosto muito dos teus vídeos.
    Vc tem vídeos sobre inclusão social de pessoas com deficiência

    • 06/01/2019 at 00:27

      Vídeo não sei, mas livro tem o “Filosofia política para educadores”, em que há um capítulo sobre “novas minorias”

  5. Robson Matos
    06/11/2018 at 18:07

    Prof. Paulo,
    Estou gostando muito do seu canal no YouTube. Excelentes os comentários. Em relação a um dos seus vídeos sobre Pajuba, você pede que os bolsonaristas leiam a questão e pensem. Seria ótimo, mas são duas coisas que eles não sabem fazer.
    Gostaria muito de assistir mais vídeos sobre a malfadada Escola sem Partido. Para mim uma grande imbecilidade. Porém, acho que estamos perdendo esta luta.

    • 06/11/2018 at 20:12

      Robson fiz inúmeros artigos sobre o tema, procure aqui no meu blog

  6. João Santos
    03/05/2017 at 21:29

    Comentário aleatório. #MestreDosMagosMVP

  7. Givaldo
    27/04/2017 at 13:48

    Prof. Paulo, gostaria de assistir o vídeo sobre Beleza, no entanto, o link não está disponível. Paulo, poderia, por favor, colocar o vídeo novamente daquele hora da coruja que trata sobre esse tema?
    Desde já agradeço.

    Abraços,

    José Givaldo

    • 27/04/2017 at 18:52

      Givaldo, não tenho mais isso, mas se procurar mais talvez encontre na internet

  8. Paulo Pereira Soutto Mayor
    28/03/2017 at 19:07

    Prezado Prof. Paulo, estou muito feliz pelo fato de vc ter disponibilizado tanto material filosófico em diferentes mídias. Estou acompanhando o excelente curso que vc ministra todos os domingos, e lendo os textos e livros indicados. Quero parabenizá-lo por sua disposição em motivar os estudos filosóficos.
    Cordialmente,
    Paulo.

    • 29/03/2017 at 00:35

      Paulo Pereira, a gente faz o que pode para dar chance para os que tem menos dinheiro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *