Go to ...

on YouTubeRSS Feed

18/11/2017

Weber

Advogado – que animal é este no Brasil de hoje?

O pensamento político moderno nasceu sob o comando da dicotomia esquerda-direita em um sentido muito específico: a fixação ou não de hierarquias e supremacias, ligadas rapidamente ao mundo do trabalho. Estabeleceu-se no século XIX a ideia da política como resolução de conflitos estritamente trabalhistas. O movimento operário e a contra-revolução burguesa passaram a tratar apenas

Identidade moderna: a intensificação de si

Aprendemos no colégio, nas aulas de história, que as “grandes navegações” e o comportamento intrépido de gente que era chamada de “mercadores” deram o tom para a formação do homem moderno. Seguiram a estes os “empresários”, pessoas capazes de correr o risco com dinheiro investido tanto quanto os primeiros correram risco de vida. Max Weber

Um topos para a maconha

AS DROGAS ENTRARAM de modo decisivo para a sociedade humana pela prática cultural religiosa. Confunde-se com a transição da pré-história para a história. E desse tempo até hoje, não saiu mais. Não há registro de uma sociedade sem drogas, calmantes ou estimulantes. Havia um lugar para as drogas na sociedade primitiva e antiga. Mesmo nos

O capitalismo contra a direita

Nos anos trinta do século XX os Estados Unidos descobriram o chamado “novo liberalismo”. A ideia básica era semelhante àquela vinda da social-democracia européia, mas com uma marca profundamente americana, ou seja, um lastro antes da filosofia de Dewey que da de Marx. Por essa época, boa parte dos sindicatos americanos e dos intelectuais já

A igrejinha da Democracia

Pela primeira vez em nossa história a democracia liberal está se mostrando fraca, incapaz de nos satisfazer minimamente, sem que isso envolva qualquer tendência dissidente do tipo das que ocorreram no pré-II Guerra Mundial, com o nazi-fascismo de um lado e o comunismo de outro, ou ramificações dessas duas correntes. O mundo inteiro está vivendo

Sloterdijk e a redescrição da liberdade

A sociedade antiga e a sociedade moderna diferem, entre outras cosias, fundamentalmente pela noção de liberdade. Os antigos eram livres para se virem capazes de cair sob a obrigação de seu ethos. Ser livre, portanto, era pertencer a um povo livre que, por não ser dominado por nada exterior, se dava ao prazer de poder

Peter Sloterdijk

Subjetividade filosófica dos filósofos

O estudo dos intelectuais pertence a um conhecido itinerário bibliográfico que vai de Max Weber a Sartre passando entre outros por Antonio Gramsci. Mas o estudo da subjetividade do intelectual e, especialmente do filósofo ou do homem teórico, escapa dessa trilha, não raro pavimentada somente com paralelepípedos sociológicos. A subjetividade do homem teórico é um

Estamos perdidos na sociedade contemporânea?

Indistinções: da sociedade do espetáculo às perdas semânticas. 1. Ilusão de ótica é uma coisa, ilusão metafísica é outra. A física, a fisiologia e outros campos do conhecimento podem cuidar do primeiro caso, só a filosofia cuida do segundo, afinal, trata-se de um invento só dela.

A vida (in)suportável contemporânea

“Os homens gastam seu tempo perseguindo uma bola ou uma lebre, é o esporte próprio dos reis.” Pascal é o autor dessa célebre frase, que está em seus Pensamentos. Por essa via, talvez seja mais fácil reconhecer nele o espírito dos tempos contemporâneos, os nossos tempos, deixando assim Bacon e Descartes, preocupados com domínio da

O professor pecador como exemplo

Temos um bom ensino? Os governos batem em professores com a polícia. Qualquer governo! As mães xingam o professor. Qualquer mãe! Os estudantes tentam humilhá-los. São poucos os estudantes que ainda entendem o que é um professor! Há até estupro de professor. Há linchamento de professor que conversa com a aluna! Onde começamos a errar?

De tesoureiro em tesoureiro …

O PT vai para o segundo tesoureiro preso. Qual a atitude do partido? Na vez anterior, com Delúbio, Lula primeiro disse que iria “cortar na carne”, depois, entusiasmado com o êxito do marketing de seu governo no exterior, inventou de querer dar uma de Stálin: vamos apagar a história. E aí saiu com aquela de

O que é pobre e o que é minoria? Ainda as cotas

Ser pobre é uma coisa, ser preto é outra coisa. Minorias por etnia, orientação sexual e gênero são minorias sociológicas, não são definidas por questões numéricas, e sua inserção no vagalhão pelo reconhecimento[1] tem origem, principalmente, no contexto social norte-americano. O pobre não é nem minoria sociológica e nem minoria numérica, ao menos não no

Older Posts››