Go to ...

Paulo Ghiraldelli on YouTubeRSS Feed

23/09/2017

Nozick

O que pensar da Reforma Trabalhista?

Quando havia comunistas na Terra e quando os fascistas preparavam a II Guerra, era comum o ataque de ambos ao liberalismo. Às vezes, até algumas alianças se faziam entre os polos opostos. As confusões eram comuns. Os comunistas diziam que o liberalismo mantinha hierarquias demais e que, por isso mesmo, tinham um pé no fascismo.

Verbete crítico sobre filosofia política

Filosofia política é uma coisa, ciência política é outra. A segunda lida com os instrumentos das ciências em geral para analisar as relações entre o estado e a sociedade. A primeira lida com dois elementos, que podem vir juntos ou separados: teoria política e utopia.

O professor pecador como exemplo

Temos um bom ensino? Os governos batem em professores com a polícia. Qualquer governo! As mães xingam o professor. Qualquer mãe! Os estudantes tentam humilhá-los. São poucos os estudantes que ainda entendem o que é um professor! Há até estupro de professor. Há linchamento de professor que conversa com a aluna! Onde começamos a errar?

O fim do liberalismo e o desdém para com a educação

Uma boa parte dos liberais conservadores, especialmente no Brasil, principalmente os que descobriram a política por volta dos quarenta ou cinquenta anos, acredita que ser revolucionário hoje é ser liberal. Pessoas assim são tão revolucionárias quanto os possuídos pelo diabinho do marxismo hormonal. Aliás, pessoas assim não possuem o charme de um Robert Nozick, mas

As utopias de Nozick e Sloterdijk

O norte americano Robert Nozick defendeu nos anos setenta a utopia de uma sociedade de liberalismo máximo. Os impostos seriam mínimos e o papel do Estado também. Essa sociedade iria se beneficiar de serviços coletivos antes fruto de iniciativas de cada cidadão, empresário ou não, que os vindos do chamado “poder público” com rosto estatal.

O homem com medo de utopia

Conheço pessoas que possuem pavor de utopias. Eles temem as utopias não pelas utopias, mas porque utopias atraem utópicos e, não raro, alguns utópicos querem fazer o que não se pode fazer: forjar a realidade como cópia da utopia. Ora, utopias realizadas podem muito bem ser o inferno na terra. As utopias embutidas no nazismo e no

Cangurus e caramujos

O brasileiro canguru e o brasileiro caramujo Há quem diga que o brasileiro virou um animal australiano. Ou se é um canguru ou não se é brasileiro. Brasileiro mesmo, de verdade, tem bolsa. Segundo essa visão, não haveria mais como imaginar o Brasil sem o “sistema bolsas” criado e/ou ampliado no governo Lula.