Go to ...

on YouTubeRSS Feed

18/11/2018

mulher

O útero é o martírio

[Texto para o público em geral] Há homens que se excitam ao dizer para as mulheres que eles vão engravidá-las. A excitação é, no caso, um reflexo do prazer de dominação. Engravidar uma mulher é devolve-la à natureza “de onde ela nunca deveria ter saído”. O que mais dá prazer ao ser humano é imobilizar

Um conto feminista da Mongólia

[Mini conto para o público em geral] O humor de Voltaire é senão famoso como ele próprio, ao menos digno de nota como uma marca registrada do filósofo. Imaginar, como fez no Cândido, uma moça sem uma das nádegas, e ainda assim com algum chamariz nitidamente erótico, é sem dúvida digno de elogio. Rousseau se

O corpo da mulher é seu rosto

[Artigo para o público em geral] Ao contrário do que dizem as feministas incultas e o Chico Buarque, a mulher na Grécia Antiga não era “submissa”. O conceito de submissão para mulheres é algo moderno. A diferença entre homens e mulheres na Grécia Antiga obedecia outras regras. O feminino tinha a ver com a natureza,

Só Temer acerta ao falar da mulher

Temer errou retoricamente ao falar da mulher como falou, enaltecendo valores que as feministas gostam de substituir por outros. Afinal, o feminismo quer sempre que os níveis de degradação e, quiçá de melhoria, cheguem não só para o trabalhador masculino, mas para todos. Então, o feminismo não gosta que gente em cargo executivo enalteça mulheres

Um tapinha russo não dói?

Encontrei um livro que fala de como tratar fascistas, como discutir com fascistas etc. Li um pouco. Mas o texto é ruim, chato mesmo. E tem um defeito grave: parece se divertir em ser fascista contra fascistas. Deveria se chamar: carta da intolerância contra que eu acho que é intolerante. Quero conversar sobre isso, levando

“Gorda e burra” – é preconceito?

“Aquela mulher é gorda e burra”. Não há nenhum preconceito nessa frase. Ela é puramente descritiva. Uma mulher gorda é descrita como gorda, uma mulher burra é descrita como burra. Descrever não é conceituar ou preconceituar. É difícil entender isso? Preconceito haveria se a frase contivesse implicação: “Gorda, então burra”. A implicação tradicional: se p,

A vitória presa na garganta

As Olimpíadas antigas eram festa religiosa. As Olimpíadas modernas nasceram como uma das formas de substituição da religião. Em Du mußt dein Leben ändern (Suhrkamp, 2013) Peter Sloterdijk notou isso ao ver que a prática ascética é maior que a religião e a engloba, e não o inverso como Nietzsche afirmou. Sendo o lugar máximo da

“Vai ter shortinho sim!”

VOCÊ SABIA que as moças nos anos cinquenta enrolavam as saias da escola na cintura, para mostrar os joelhos? Você sabia que nos anos setenta o estado de São Paulo passou a permitir a saia escolar “dois dedos acima do joelho”? Você tomou conhecimento do fato de que na década de setenta as meninas puderam

Michele Obama dá o tom correto para o feminismo

Paulatinamente o feminismo americano vai reencontrando seu caminho. A primeira dama Michelle Obama, negra e sem qualquer traço do militante temido por Cioran, aquele do “chegou a Salvação”, articulou corretamente o novo discurso: educação das meninas e melhoria do tratamento para com as mulheres adultas são lutas comuns.

“Vista a roupa meu bem”

A Playboy americana está repensando sobre a publicação de fotos de mulheres nuas. Tudo leva a crer que as fotos de mulheres em poses eróticas continuarão, mas que a nudez completa desaparecerá. Também os célebres calendários da Pirelli não trarão mais beldades, mas fotos de mulheres “expoentes em suas áreas”. Ora, do que estamos falando?

A mulher jamais fez filosofia

Mulher não enxerga nada que não seja o que está perto. É um pouco exagero dizer isso, mas tem sua verdade. A mulher vê coisas próximas, observa o detalhe, enquanto que o homem joga sua visão no horizonte e é péssimo para achar coisas que estão encostadas nele. Detalhe não é coisa de homem. Homem

Older Posts››