Go to ...

Paulo Ghiraldelli on YouTubeRSS Feed

30/05/2017

Hegel

O que é a filosofia após o fim da filosofia?

Quando o personagem louco de Nietzsche declarou “Deus está morto”, muita coisa mais havia morrido. A busca pelo absoluto não interessava ninguém mais a não ser os físicos, que então acreditavam – como acreditam ainda – poder encontra-lo exatamente no pior lugar para se procurar, que é o mundo terreno, material e mutável. A filosofia

O que é pobre e o que é minoria? Ainda as cotas

Ser pobre é uma coisa, ser preto é outra coisa. Minorias por etnia, orientação sexual e gênero são minorias sociológicas, não são definidas por questões numéricas, e sua inserção no vagalhão pelo reconhecimento[1] tem origem, principalmente, no contexto social norte-americano. O pobre não é nem minoria sociológica e nem minoria numérica, ao menos não no

Karl Marx

Diferente de outros filósofos, que serviram para alimentar escolas de pensamento, Karl Marx (1818-1883) extrapolou essa situação, tornando-se o nome por detrás da busca por um destino. Por isso, não é de se estranhar que o filósofo alemão contemporâneo Peter Sloterdijk coloque o comunismo marxista como um quarto tipo de monoteísmo, ao lado do cristianismo,

Rorty e Sloterdijk

Mantendo-se na tradição holista do pragmatismo americano, o filósofo Richard Rorty desinteressa-se das dicotomias metafísicas como “espírito versus matéria”, ou as da filosofia da ciência como “mentalismo versus fisicalismo”. Também desdenha as dicotomias epistemológicas do tipo “idealismo versus realismo” e, por isso mesmo, Rorty sai do paradigma moderno, cuja principal invenção em teoria do conhecimento

O filósofo leitor da Bíblia

“Professor, o senhor é ateu?”. “Todos os filósofos são ateus?”. “Filósofo Ghiraldelli o senhor acredita em Deus?”. Quando se é um filósofo como eu, que está na conversação comum e não escondido em colunas de jornais ou colunas da universidade, perguntas desse tipo têm de ser enfrentadas.

O sucesso do filósofo tolo

Antes de tudo, o que se impõe é ter sucesso. Chamar um homem de “fracassado” é pior do que chamar uma mulher de “gorda” ou de “mal amada”. No entanto, se o mundo dependesse de sucesso como ele é entendido hoje, talvez não tivéssemos nunca saído sequer da condição de quase símios.

Idealismo e utopia

Uma pessoa “idealista” é um “utópico”? No senso comum, há algo de verdade nisso. Mas no campo filósofo, é necessário distinções.

Roberto Amaral e o programa “Mais Guerra Contra Médicos”

Roberto Amaral e o programa “Mais Guerra Contra Médicos” O ex-ministro do Lula, meu amigo Roberto Amaral (1), engrossou as fileiras dos governistas que apoiam as medidas da presidente Dilma quanto ao que determina o programa “Mais Médicos”, este que se transformou rapidamente no programa que ficaria melhor com o nome de “Guerra Desnecessária aos

‹‹Newer Posts