Go to ...

on YouTubeRSS Feed

18/07/2018

Feminismo

Existe Dia da Mulher na pós-história?

O Dia da Mulher existe como 8 de março, apesar das controvérsias sobre os eventos que o originaram. As mulheres queimadas pela ganância e pela maldade deram o componente trágico necessário para o Dia da Mulher. A coisa ocorreu nos Estados Unidos. As mulheres, ao menos inicialmente, não ganharam a sua data de homenagem por

Mulheres machistas

“As mulheres são machistas”, criam os filhos para louvar o que é “masculino” e as filhas como submissas ao “mundo masculino”. Todo mundo sabe disso. E todo mundo sabe também que tanto no Ocidente quanto no Oriente, desde tempos imemoriais, isso tem lá sua verdade. Mas como a noção de realidade, ao menos desde os

Michele Obama dá o tom correto para o feminismo

Paulatinamente o feminismo americano vai reencontrando seu caminho. A primeira dama Michelle Obama, negra e sem qualquer traço do militante temido por Cioran, aquele do “chegou a Salvação”, articulou corretamente o novo discurso: educação das meninas e melhoria do tratamento para com as mulheres adultas são lutas comuns.

Sexo de todos com todos

O feminismo está com os dias contados. O movimento gay também, ao menos no Ocidente. As bandeiras que tais movimentos sustentam não irão desaparecer, mas elas perderão força acentuadamente dentro dos próximos dez anos. Isso não ocorrerá por causa do fim do preconceito segundo os objetivos das agendas dos grupos de pressão, mas por meio

RAPE OF LUCRETIA - GIULIO CESARE PROCACCINI

Deveres da mulher estuprada

A mulher deve é lutar durante a abordagem do estuprador com todas as suas forças e de maneira a antes morrer que sair dali estuprada. Antes isso que ter que se matar após o estupro. É assim que Kant analisa o estupro, e isso está em perfeita consonância com sua bela teoria moral. Bela, ainda

‹‹Newer Posts