Go to ...

on YouTubeRSS Feed

20/11/2017

escravo

Silvano e Azevedo

Silvano foi libertado como todos os outros, pelo ato da Princesa Isabel. Mas, diferente de seus colegas de infortúnio ali da fazenda, ele não saiu da senzala. O próprio capitão do mato, meio atordoado, mas contente porque o Dr. José de Azevedo não havia lhe despedido, foi até o buraco fedorento de Silvano e gritou:

Berenice, minha irmã preta

Na minha infância na escola não havia dia mais longínquo do presente que o “13 de Maio”. A professora dizia: “dia treze não haverá aula, é o feriado da Abolição da Escravatura”. Pouco ou nada mais. Diferente do “Tiradentes”, do “Descobrimento”, da “Independência” e da “Proclamação da República”, sobre o qual sempre alguma explicação havia,