Go to ...

Paulo Ghiraldelli on YouTubeRSS Feed

19/08/2017

ensino

As crenças de um estudante de filosofia

Há uma esperança matreira na cabeça de muitos estudantes de filosofia. Eles imaginam que podem entrar num curso de filosofia e saírem sabendo mais e, no entanto,  com a mesma identidade. Ora, até podem, mas se isso acontece, não entraram num curso de filosofia, mas em um bacharelado de um algum saber de ordem não

O país que substituiu o ensino pelo exame

Nunca se gastou tanto em exames e diagnósticos que na gestão de Paulo Renato no MEC, no governo FHC. Oito anos de carreamento de dinheiro para as fundações que fizeram exames de avaliação de tudo. Eram exames para avaliar, para certificar, para elevar, para punir, para promover, para saber de estados da arte etc. Haddad

“Universidade não é para pobre”

Universidade é para quem gosta de estudar e tem aptidão intelectual para tal. Não é para pobres ou ricos. Quando as questões sociais e o dó do pobre tomam conta, todo mundo perde. Todas as instituições públicas criadas para não serem públicas, mas como elementos de segregação positiva ou negativa, são perversas e acabam por

Prédios escolares – este é o alvo em São Paulo

As esquerdas tradicionais têm enorme dificuldade de raciocinar. Por conta disso, ensinam as crianças coisas erradas. Dizem para os alunos que o governo de S. Paulo propôs a “reorganização escolar” por conta de um objetivo privatista. Não mesmo! Alckmim tem objetivos muito mais consistentes com quem quer vencer uma grande disputa política.

Como São Paulo desorganiza o ensino?

Nos anos 70, como estudante, terminei o colegial exatamente no último ano do funcionamento da minha escola como instituição de ensino médio. Ela caiu na “reorganização” da época, que visava realizar o que estava na LDBN 5692/71.

Bíblia na escola – é claro que sim!

A Bíblia tem seu lugar garantido nas aulas de história, geografia, filosofia e sociologia. É patrimônio cultural do Ocidente. Tem que ser ensinada. Se vai ser bem ensinada, isso é outro problema que, aliás, as disciplinas todas sofrem. Isso não é problema curricular, mas de salário, de formação, de política educacional.

Os que não sabem estudar

Há quem saiba estudar? No Brasil, é difícil. Qualquer forma de estudo, melhor ou pior, no Brasil, não é ensinada de modo algum. Além disso, a forma efetiva de estudo – a verdadeira e boa – é quase que desconhecida em uma sociedade de tradição escravista, autoritária, como a nossa.

Ensino: quase de volta ao bom senso

Ensino: quase de volta ao bom senso Chegamos tão no fundo do poço na educação paulistana que qualquer medida nesse setor, por mais ridícula que possa parecer à minha geração, ganha o direito de ser manchete de jornal. É exatamente isso o que ocorre com a reinvenção do já inventado, isto é, o projeto de

Ato médico é ato fominha?

Ato médico é ato fominha? Os pedagogos possuem o monopólio da educação da criança no Brasil. Caso você tenha passado por todo tipo de ensino, inclusive com pós-graduação no campo educacional, mas não é pedagogo, então que não se aproxime de criança em nosso país!

Brasil: uma questão de fé

O ensino brasileiro foi adjetivado por Roberto Mangabeira Unger como o campo do “enciclopedismo raso, mimético e estéril” (Folha de S. Paulo, 09/05/2013). Unger acerta, mas só em parte. O “enciclopedismo” já não vale mais como crítica ao nosso ensino, mesmo que temperado por “mimético e estéril”. Precisaria estar ocorrendo algum ensino para que ele

Somos eunucos científicos

Somos eunucos científicos O MEC resolveu criar um programa envolvendo alunos e professores de vários níveis no sentido de melhorar a capacidade em ciências do brasileiro. Por melhor que seja o programa, isolado isso vai dar poucos frutos. Nosso problema com esse assunto é maior. Somos eunucos lógicos, e é isso que não temos a