Go to ...

on YouTubeRSS Feed

21/11/2017

Dilma

Por que Janine caiu?

Janine caiu porque entrou para cair. Como professor de ética e filosofia política ele deveria saber disso. Deveria ter visão a respeito do PT e de como as coisas estavam indo, mas falou mais alto a vaidade ou, pior ainda, o medo do ostracismo quando os setenta anos de idade despontam no horizonte, principalmente em

Mujica no Brasil e a saudade do futuro

No final dos anos setenta para a entrada dos nos oitenta a esquerda brasileira criou um futuro. Mas, em meados dos anos noventa, nem mesmo o presidente do PT, Francisco Weffort, tinha para ele o PT como construtor daquele futuro. Pediu licença e saiu da presidência do partido para ser ministro de FHC.

De tesoureiro em tesoureiro …

O PT vai para o segundo tesoureiro preso. Qual a atitude do partido? Na vez anterior, com Delúbio, Lula primeiro disse que iria “cortar na carne”, depois, entusiasmado com o êxito do marketing de seu governo no exterior, inventou de querer dar uma de Stálin: vamos apagar a história. E aí saiu com aquela de

A coxinhada na avenida

Segundo alguns, inclusive na TV, mais de um milhão e duzentas mil pessoas estiveram na Av. Paulista, em São Paulo, protestando contra o governo Dilma. O Data Folha, bem mais confiável e condizente com as fotos, calculou 250 mil pessoas.

FHC posando de bobo

FHC está se fazendo de besta, ou ficou tonto mesmo? Ele anda dizendo que o PT ganha só onde as pessoas não são informadas, onde são mais tolas etc. Aponta então para o nordeste.

Santa endemoniada classe média

O jovem professor da USP Pablo Ortelado escreveu em seu facebook: “O duplo padrão da classe média – que se indigna com o ‘mensalão’ petista e é absolutamente indiferente à roubalheira tucana no metrô – nada mais é que preconceito de classe contra essa gente pobre, feia e ignorante que usurpou das elites o governo

Sete a um!

Vencer ou vencer. Estamos nisso. Mas nem sempre estivemos. Nossa sociedade ocidental, nos tempos em que foi uma sociedade de guerreiros, nas eras antiga e medieval, foi uma sociedade da honra, não do vencer. Paradoxalmente, a sociedade moderna, ou seja, a sociedade de mercado, que introduziu a vida na paz, instaurou ao mesmo tempo o

Dilma e Lula, os novos socráticos

O governo do PT no Brasil tem sido socrático. Foi preciso a esquerda governar nosso país para que o “conhece-te a ti mesmo” pudesse efetivamente chegar até nós. Quem diria, Lula e Dilma eram devotos da inscrição do Templo de Apolo! Eles nos deram a segunda chance de autoconhecimento de nossa história no pós-Guerra.

“Dilma, vai tomar no cu!”- Isso pode Arnaldo?

A “classe média paulistana” não agrediu Dilma. Ah! Foi a “classe média paulistana nojenta”? “Classe média paulistana nojenta” é o que? Existe classe média como “nojenta”, talvez, se falarmos em termos marxistas, ou de inspiração marxista, melhor dizendo. Mas aí, ela não é “paulistana”, ou seja, não é caracterizada por ser paulistana. Trata-se então de

Roberto Amaral e o programa “Mais Guerra Contra Médicos”

Roberto Amaral e o programa “Mais Guerra Contra Médicos” O ex-ministro do Lula, meu amigo Roberto Amaral (1), engrossou as fileiras dos governistas que apoiam as medidas da presidente Dilma quanto ao que determina o programa “Mais Médicos”, este que se transformou rapidamente no programa que ficaria melhor com o nome de “Guerra Desnecessária aos

Older Posts›› ‹‹Newer Posts