Go to ...

on YouTubeRSS Feed

23/02/2018

Agamben

A arte de perder amigos

Conheço pouca gente que se dedica à arte de perder amizades. Uma dessas pessoas eu até conheço de um modo particular, sou eu mesmo. Todavia, tenho que ser sincero comigo mesmo. Apesar de me dedicar a uma tal arte, consegui pouco dela. Perdi muitos “achegados”, mas amigos mesmo, eu creio que pouquíssimos. Eram parecidos com

O corpo no centro da trama contemporânea

Deixando para trás a utilidade subjetiva de modo a ganhar valor de troca, a mercadoria põe-se como não tendo outra função que não a de se mostrar.  Adquire assim a condição de ser o que se mostra. Cria um mundo de espectadores e, portanto, faz da sociedade uma “sociedade do espetáculo”. Impera como imagem. Essa

Agamben e Sloterdijk: homo sacer e mimologia

  “Dasein ist design”  Bruno Latour enunciando princípio de Sloterdijk Em Esferas III Peter Sloterdijk faz um paralelo entre as Grandes Instalações (Ilya Kabakov), postas nas galerias de arte na atualidade, e os sistemas totalizadores. Cita então a ideia de Agamben de tratar a modernidade como um sistema totalizante cujo modelo é o “campo de

Hiperatividade

Descartes deu um passo decisivo para a medicina ao criar a doutrina das três substâncias, a divina, a que tem extensão e a que é somente pensamento. Com isso, separou o corpo da alma e de Deus, colocando-o na mesa do anatomista. A Igreja não concordou muito com isso. Mas, às escondidas, o próprio Descartes

O que é a verdade?

Mesmo entre professores de filosofia, não é difícil encontrar aqueles que se perdem quando o tema é a verdade. Onde comumente se erra?

Francis Bacon e a experiência

Caso fosse possível escolher uma placa para colocar na entrada da Modernidade, creio que esta seria a mais emblemática: que só passe por essa porta aquele que tem predileção pelo erro.

‹‹Newer Posts