Go to ...

on YouTubeRSS Feed

14/12/2018

Por que Boulos não pode ser presidente?


[Artigo para o público em geral]

Lula se desqualificou como candidato à presidência desde o dia em que, contrário às suas primeiras falas sobre o caso do “mensalão”, passou a dizer que iria “provar que o mensalão não existiu”. Terminou preso, condenado legalmente. Bolsonaro nasceu desqualificado para ser presidente, por conta de sua inteligência diminuta, mas vem piorando bem a sua situação à medida que endossa o racismo declarado e passa o dia repetindo frases xenófobas, condescendente ao feminicídio e de caráter homofóbico. Se descuidar, vai acabar sem o cargo de deputado e preso. Agora chegou a vez de Boulos se desqualificar como candidato à presidência da República.

Boulos parece ter engolido uma pílula de estupidez, como aquela que a Márcia Tiburi tomou ao se declarar a professora que apoia o roubo. Boulos e seu Movimento dos Sem Teto invadiram e tomaram posse do famoso triplex do Guarujá, em causa no processo do Lula. Até aí, problema dele e de seus garotos. Mas, à medida que ele começa a falar, então ele fere o PSOL, tira do partido a condição de ser um partido sério. Ele diz que “já que o triplex é do Lula, então é do povo”. Mas desde quando o triplex é do Lula? Ah, sim, ele está falando ironicamente, como que dizendo: o Moro condenou Lula pelo triplex, então o triplex é do Lula e, sendo assim, é do povo. Esse é o pensamento. Mas isso não pode ser dito de modo honesto. Pode ser falado no bar, por esquerdistas fazendo piada. Mas ninguém, do alto da responsabilidade de candidato à presidência da República, pode dizer isso. Pois não é verdade.

Moro não condenou Lula por este ser proprietário de um triplex. Todos nós sabemos disso. Moro condenou Lula porque ficou mostrado que o triplex foi preparado para ser entregue para o ex-presidente no conjunto de outros benefícios que certas empresas deram ao governo, como forma de propina, como elemento de barganha entre amigos – Léo Pinheiro era amigo de Lula, e está preso por conta da Lava Jato. Todos que acompanharam o processo sabem, inclusive porque as contas bancárias foram abertas, que Lula aceitou o triplex e que, só no meio da investigação da Lava Jato andando, rasurou documentos no sentido de tentar se desfazer do imóvel (e outras coisas que estão ainda em julgamento). Boulos não pode criar uma mentira na cabeça do seu eleitor para justificar um ato populista eleitoreiro, de conquista de jovens de cabeça oca. Esse é o pior caminho que ele podia pegar, e já pegou.

Se ele mente assim, se faz esse tipo de pensamento torto como candidato, quem irá dizer que, uma vez presidente, com a caneta na mão, não vai continuar a usar desse tipo de falácia? Como levar a sério uma pessoa que usa de tal subterfúgio. Dar poder de presidente para uma pessoa assim? Não, não é possível. Já erramos demais!

Vou deixar bem claro: não sou um filósofo preso à ideia liberal de que a propriedade particular, individual, é santificada. Ela é santificada na nossa situação constitucional. Como cidadão, gosto disso ou, talvez, não tenha nada melhor a oferecer. Como filósofo, posso escrever teorias e utopias de pouco respeito à santificação da propriedade privada. Tenho de manter isso em mente como filósofo, ou seja, não posso desconsiderar horizontes de pensamento para pensar. Mas, ainda como filósofo, posso olhar a política e constatar que, do ponto de vista ético geral, não tenho como tolerar que um jovem como Boulos, que parecia até ontem não corrompido, agora se mostre ele próprio, por livre deliberação, corrompido, e que pose de candidato à presidência da República. Corrompe-se à medida que inventa um pensamento torto, piadístico, para fazer política. Ora, não é a política para ser vereador de Jururu da Serra ou Sucupira dos Anjos. É campanha para a presidência da República – meu Deus! Engolir a falsa ideia de que a Justiça condenou Lula por conta da posse de um triplex que não é dele é campanha do próprio Lula para falar em palanque. Boulos não tem que ficar defendendo Lula, ainda mais com esse tipo de mentira. Por mais que seja fominha de votos, teria que ter a honestidade de trazer a esquerda para ele através da razão, do bom senso, e não pela perpetuação de uma mentira. Isso o desqualifica. E isso perpetua na esquerda a ideia de que a mentira, falada pela esquerda, é um dever e não um pecado.

É esse tipo de pensamento que faz com que jovens de esquerda, na universidade, não saibam fazer pesquisa. Acreditam que tudo é ideológico. Que a verdade não existe. Que a conversação nossa é sempre falaciosa e vence quem tem a falácia mais repisada. Há uma legião de universitários de esquerda que não consegue pensar de modo correto, exatamente porque pensa como o Boulos, ou seja, pensa pelo erro. O mal de Boulos é um mal maior que político, é pedagógico. Como Lula, ele deseduca justamente os jovens mais rebeldes, os que desejam mudar alguma coisa. É muito triste isso. Isso é que faz com que surjam jovens, na universidade, que invadem salas de professores para criar o clima de desrespeito. Onde a ciência não tem vez, só a ideologia, o sistema de violência logo se impõe sobre o sistema da razão.

Foi por conta de perdoarmos raciocínios tortos de Lula que ele foi se descomprometendo de pensar certo, de dizer a verdade, de procurar se honesto. E deu no que deu. Um dia ele acordou com a sensação de que toda a esquerda, ou até todo eleitorado, poderia sempre ouvir uma versão falaciosa de sua boca, sobre toda e qualquer coisa, e endossar. Virou um monstro. Acabou na prisão. Em troca, trouxe para a cena vários reacionários, que se aproveitaram da perda moral da esquerda. Boulos está repetindo isso, e muito cedo. Talvez Boulos queira repetir a história de Lula por inteiro, ou seja, ao final, terminar na prisão como um mentirosinho qualquer.

Aliás, Boulos fez igualzinho aos candidatos outros. Passou e pegou um partido para chamar de seu. E daí virou, em poucos dias, o candidato do partido à Presidência da República. Ora, por que o PSOL se prestou a isso? O resultado está aí. O partido havia virado o PT 2.0, e agora está nas mãos desse mentiroso, desse candidato a Lulinha, dessa coisa aí que envergonha novamente as pessoas que tem algum sonho à esquerda. Boulos vai concorrer junto com Bolsonaro, numa eleição separada. Na eleição séria, esses dois não servem.

Paulo Ghiraldelli Jr., 60, filósofo.

Tags: , , , , ,

9 Responses “Por que Boulos não pode ser presidente?”

  1. Ricardo
    27/05/2018 at 12:11

    É uma coisa que costumo pensar e dizer de muita gente por aí: a maioria dos adultos não são realmente adultos. Não passam de crianças grandes que têm de pagar contas.

  2. Romulo
    17/04/2018 at 02:10

    Fotos da invasão feita pelo pessoal do Boulos mostram que a dita “preparação” do triplex foi, na verdade, bastante chinfrim. Mas isso em nada enfraquece a minha convicção de que o Lula se corrompeu. É verdade que ele saiu do nordeste num pau-de-arara; tornou-se lider sindical; criou, durante o regime militar, o que é hoje o maior partido trabalhista da América Latina; governou duas vezes o Brasil; tirou milhões da miséria absoluta; deixou o governo com 85% de aprovação; e, tornou-se personalidade mundial. Mas um sujeito tosco como ele não dá importância a essas coisas meramente simbólicas. Eu sabia que ele não resistiria a uma cozinha bem montada, com armários de fórmica e um fogão inóx combinando com a geladeira. Nem que para isso ele precisasse liderar o maior esquema de corrupção da história, que foi exatemente o que ele fez. Os outros curruptos liderados por ele preferiram o dinheiro vivo, em contas na Suiça. Mas o Lula, bronco como ele só, encantou-se mesmo pela cozinha e não quis mais nada. Tanto que nada mais foi encontrado em seu poder. Só que ele não contava com a astúcia da nossa gloriosa justiça e acabou pego antes mesmo de usar a tão sonhada cozinha. Veja como as vezes a celeridade da justiça pode atrapalhar. Se não tivessem sido tão rápidos, nem seria preciso tomar o cuidado de agora ter que dizer “Moro não condenou Lula por este ser proprietário”. Teria dado tempo para que o Lula se mudasse para o triplex e até passasse a escritura. Aí tudo seria mais fácil. Não precisaria ficar explicando pra esse bando de idiotas que a sentença do Moro tá certinha, que o Lula é corrupto, que a prisão é justa etc. Agora mesmo esses imbecis estão por aí, dando pro Lula a liderança folgada nas intenções de voto para presidente. Quando é que eles vão entender?

    • 17/04/2018 at 07:00

      Não, a preparação do Triplex para o Lula modificou bem o projeto, e a foto do Lula com o Leo, no triplex, existe. Aliás, existe também o contrato rasurado e a movimentação de dinheiro. Foi um processo bem conduzido é contestar Moro é difícil. Tão difícil que Lula perdeu ao recorrer.

  3. Tony Bocão
    16/04/2018 at 16:19

    A coisa mais misteriosa é entender porque diabo o Lula simplesmente não alegou que estes imóveis eram realmente dele? que recebeu como pagamento de lobby, presente, ou sei lá o que, assim como sugerido pela odebrecht em delações, em uma manobra legal, a exemplo de outros políticos, preferiu esse tumultuo para nossa sorte. Mas os números das pesquisas, apesar da segurança com que o professor afirma que Bozonaro vai minguar em sua insignificância, me assustam a cada dia. Será que por conta deste insepulto lula ?

  4. LMC
    16/04/2018 at 14:49

    Pior que o Boulos,é o Ciro
    Gomes apoiado por Nassif,
    Bresser Pereira e Paulo
    Henrique Amorim.Rarará!!!!!

  5. Matheus
    16/04/2018 at 14:17

    Não entendo Boulos, muito menos Boulos + Manuela D’Ávila no msm palanque com Lula… Eles não sabem que o eleitor só vota em um?

    Subir num palanque com Lula é ganhar no min 50% de rejeição… É disputar o voto dos outros 50% (no Max) subindo 2 eles vão disputar 25% cada… Sem levar em conta outros nomes da esquerda que vão passar a perna nesses dois novatos.

    Meu comentário pouco tem a ver com o artigo, é só pra revelar o grau de estupidez a que esquerda chegou. Não entendem de pesquisa eleitoral, não sabem fazer conta… Não tem raciocínio lógico nenhum. Não me espanta chegarem a mentir como Lula fez e faz, talvez sejam capazes mesmo de algo pior e aí não será por falta de inteligência,.mas de caráter msm

  6. Mário
    16/04/2018 at 14:05

    “É esse tipo de pensamento que faz com que jovens de esquerda, na universidade, não saibam fazer pesquisa. Acreditam que tudo é ideológico. Que a verdade não existe. Que a conversação nossa é sempre falaciosa e vence quem tem a falácia mais repisada.”

    Concordo com essa parte, sr. Ghiraldelli (concordo com todo o texto na verdade, mas esta parte em particular).
    Na faculdade em que estudei (FFLCH), muitos dos professores mais antigos reclamavam da nova geração de alunos e mestrandos que não conseguiam se distanciar minimamente do objeto que analizavam. As reclamações sempre estavam no ponto de vista de que “tudo é ideológico”.

  7. lucas
    16/04/2018 at 12:33

    Paulo, o Boulos já saiu da adolescência?

    • 16/04/2018 at 12:43

      Lucas, esse é o problema, corrigir o pepino antes que ele entorte de vez.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *