Go to ...

on YouTubeRSS Feed

16/11/2018

Não gosto de Deus e Jesus me enche o saco!


[Artigo para o público em geral]

Há momentos em que Deus me faz não gostar dele. Há dias em que Jesus me dá nos nervos. Quando? Quando eles inventam de se comportarem de modo dócil na boca dos homens, em especial dos políticos.

Pastor (o homem, não o cão) é um animal perigoso. Mas Deus e Jesus ficam piores que esse tipo quando se deixam levar pelos políticos. Não tenho apreço por Manuela, comunista, na Igreja rezando junto ao padre. Eu já fiz isso. Posso fazer. Não sou político. Se fosse político comunista, filiado a um partido com doutrina oficial, teria a hombridade de rezar quieto, sozinho, não de público. Aliás, Jesus nunca autorizou ninguém a rezar de público! Mas, como Manuela é bonita, eu a perdoo – e não me venham com acusação de sexismo, pois eu gosto de mulher mesmo e pronto. Quanto a Bolsonaro, um nazista que tem pregação de ódio, me dá nojo vê-lo na TV fazendo campanha usando o nome “Deus” e, pior ainda, dando uma de pastor, abrindo sua campanha com mote bíblico. Que coisa mais demagógica e … velha! A demagogia deveria ter limite. Vintage deveria ser controlado pelo bom senso. No grau que ele a pratica, chega me dar ânsia de vômito. Só não vomito, mesmo, porque a cabeça do Bolsonaro não está perto.

Política é do âmbito da concretude da vida. É lugar para dizer coisas mundanas. Quem fala em Deus e Jesus em política ocidental quer só uma coisa: desviar a atenção do principal e se fiar na ingenuidade popular. Todo mundo sabe que as palavras “Deus” e “Jesus” se associam, na consciência popular, a projetos antes mágicos que filosófico-metafísico ou mesmo éticos. Quando se fala “Deus” se fala em poder. Quando se fala “Jesus”, também. Então, usar “Deus” e “Jesus” é uma forma não de se apresentar como justo e bom, mas como amigo do poder. É assim que a consciência ingênua vê os pastores, e é assim que Bolsonaro age no sentido de se mostrar capaz e poderoso; ele é um discípulo de Malafaia, Waldomiro, Edir Macedo e do Demônio.

Não tenho raiva de político que usa o nome de Deus por conta de descumprirem o mandamento “não usar o nome de Deus em vão”. Aliás, nem é “em vão”! Se há nomes com utilidade, eis aí dois que realmente funcionam. Tenho raiva por que esses nomes são postos na jogada para se poder falar de práticas que são o contrário do que os nomes representariam, ou representam, no contexto histórico. Deus é justiça, no Velho Testamento. No Novo Testamento, em associação a Jesus, Deus se mostra o Deus do amor. Se há uma coisa que a política de um Bolsonaro não faz é lidar com justiça e amor. Bolsonaro se orgulha de votar contra os direitos trabalhistas das domésticas. Ora, só nesse voto, rompe com a ideia de justiça e com a prática do amor. Todavia, como disse, o que realmente inspira Bolsonaro é o Demônio.

Mas, cá entre nós, é tolice reclamar de um Bolsonaro ou de qualquer outro que invoque Deus e Jesus. Pois a culpa, no fundo, é de Deus e de Jesus. Afinal, com tanto poder, eles deveriam eliminar esses bandidos, por meio de um raio caído do Céus. Mas como não agem assim, fico pensando que o Diabo tem mesmo poder, pois, protegendo gente como Bolsonaro, realmente os faz ficar a salvo da ira de Deus. É demais né?

Deus e Jesus, com essa prática, acabam por reiterar algo que os  evangélicos falam por aí: “o sangue de Jesus tem poder”. Sim, nem é preciso do sangue, basta o nome. Falou “Jesus” ou “Deus” e… pimba! Lá estão os desejos realizados – ao menos os desejos dos pastores! Nunca vi um pastor ficar pobre dizendo tais palavras. E Bolsonaro parece estar para ganhar sua eleição usando “Deus”.

Nossa revanche contra esse pessoal será o de mostrar a eles que a Constituição e nós, na rua, podemos mais que a Bíblia – a Bíblia que eles leem literalmente e que modificam ao bel prazer. Até porque, estamos acima de santos e demônios, só estamos abaixo de uma coisa que é o verdadeiro deus deles e de muita gente: o dinheiro. Mas, contra esse deus, estamos há anos lutando. Não temos medo. Já o derrotamos outras vezes. Parcialmente, mas derrotamos.

Paulo Ghiraldelli Jr., 61, filósofo.

Tags: , , ,

28 Responses “Não gosto de Deus e Jesus me enche o saco!”

  1. Joao Bosco
    20/10/2018 at 03:07

    Me apaixonei pela filosofia em 2003, no cursinho pre vestibular, o professor de historia indicou a leitura de maquiavel, quando falava de absolutismo, eu li o discurso sobre a primeir decada de tito livio e o principe em seguida, lembro de pensar assim, caramba, e` isso que eu quero pra minha vida, filosofia, fiquei impressionado como no livro da decada de tito livio, ele descrevia a alternancia de poder no imperio romano de uma forma tao universal, que eu conseguia enchergar e transportar a politica brasileira para aquela situacao, parecia uma viagem no tempo, como se o maquiavel estivesse ali do meu lado, me explicando a politica do brasil,de FHC e Lula recem eleito…INCRIVEL.

  2. Joao Bosco
    20/10/2018 at 03:02

    Depois de tudo que escrevi, me veio uma pergunta, afinal a filosofia e` a ditadura da razao?

  3. Joao Bosco
    20/10/2018 at 02:34

    Mas acho so` uma coisa nesse momento, se eu reconheco inteligencia em vc, e entendo que voce esta certo e esses intelectuais de televisao sao vendedores de senso comum, se eu reconheco que vc e` um filosofo de verdade e me esforco pra te entender, deve ser por que o minimo de cultura eu tenho, ou nao? Eu tenho o minimo de cultura, ou pelo menos boa vontade

  4. Joao Bosco
    20/10/2018 at 02:31

    Uma vez eu quase briguei com um advogado na OAB, ele e` evanjeque, e defende que a teoria da evolucao e` falsa, ele acha que e` alto didata e sabe tudo sobre evolucao das especies, ele me fez uma pergunta sobre a teoria do darwin que eu nao soube responder, eu disse pra ele, procura um professor de biologia, ele com certeza tem a resposta pra te dar, ele insistiu, querendo ganhar a discussao sem ter razao, me derrubando na retorica…muito escroto esse cara, fui falar disso com um amigo advogado, que faz filosofia a distancia kkkk, ele disse que nem eu nem o cara, disse que o ideal seria uma especie de conciliacao de ideias, ele sempre faz isso quando me ve num impasse, ele disse, um pouco vc, e um pouco ele, mas acho isso tao brega, eu pensei depois, o que o ghiraldelli acharia disso? Esse meu amigo faz filosofia a distancia, ou seja, e` um auto didata, ja vi vc dizer que o filosofo tem que ser radical,na raiz do problema, ser de centro e` uma coisa de bobo, covarde, coisa morna, nem quente nem frio, entao eu pensei o seguinte, o filosofo tem que defender a razao, custe o que custar, afinal a teoria da evolucao tem quase 200 anos, permiteiu muitos avancos na pesquisa de biologia e medicina, e nunca vi um professor de biologia duvidar dela…eu penso no filosofo como um cavaleiro templario da razao, que defende a razao com a espada, assim como o templario defendia o cristianismo, no aco da espada kkkk, acho que sou maluco, mas sou esforcado…

  5. Joao Bosco
    20/10/2018 at 02:22

    E` comum o senso comum dizer que essa variacao de visao causada pela filosofia, causa transtorno mental nas pessoas que buscam a filosofia, nao sei qual e` a sua situacao, mas lembro de vc me dizer que frequenta psicanalista…realmente e` dificil dizer se tenho desejo de seguranca, por que minha vontade de ser filosofo e` muito grande, acompanho vc ha 4 anos, leio seus textos, todos os seus videos, leio livros de filosofia aqui, historia da filosofia, introduca, historia pelos autores, e pelos temas da filosofia, tudo contextualizado, tenho um bom livro de historia geral do ensino medio comigo, eu faco o que posso, e acompanho muito professores de filosofia de cursinho no youtube, tem alguns que sao realmente bons…como o rapaz do oficina resolve, e o professor bethover do mundo edu, agora tem tambem o celito meier no youtube, ele coloca muito conteudo classico, a explicacao dele sobre liberalismo e socialismo e` muito completa, incrivel, melhor que a do bethover…todo dia eu leio ou vejo algo de filosofia,ha 4 anos, curiosidade eu tenho, acho que falta maturidade talvez, eu racionalmente entendo que o ceticismo, a duvida constante que me faz transitar entre visoes diferentes, e` o legal da filosofia…, mas as vezes sem perceber fico dogmatico…,as vezes eu acho que a filosofia e` a ditadura da razao,

  6. Joao Bosco
    19/10/2018 at 20:36

    Voce tem razao, eu estou num momento dogmatico, deve ser a esquizofrenia…ou coisa do tipo, mas veja eu tenho momentos que sou razoavelmente credulo, ou tento ser, lei a biblia, ela me conforta, etc, assim como vc disse num texto seu aqui, que a biblia e` um poema inspirador, que lhe fazia sentir sei la, protegido, amparado, ou confortavel…e tenho momentos como esse, que sou dogmatico, ferrenho, anti religioso, oscilo entre dogmatismo anti religioso e religiosidade liberal iluminista…isso parece que tem um fator bioquimico, e nao sei quando comeca um periodo, e termina o outro, nao sei o tipo de mecanismo externo que contribui para isso, deve ser loucura mesmo, gostaria de frequentar um psicanalista, assim que eu tiver condicao vou, ou psicologo mesmo.

    • 20/10/2018 at 01:25

      Talvez lhe falte curiosidade e lhe sobre desejo de segurança

  7. Joao Bosco
    19/10/2018 at 09:36

    Eu ja vi voce no hora da coruja 2013 dizer que voce e` um impio, herege, acho que e` naquele que vc discute o relativismo, dizendo que socrates ou platao usaram parmenides para dar um tombo nos sofistas, ja vi vc dizer tambem que “deixou” de ser ateu por que existe tanta regra para isso que ficou chato, virou modinha, agora, se vc se refere a moral crista e` bonita sim, mas nenhum cristao esta disposto a colocar em pratica, ou nao quer ou nao entendeu…Agora sacerdote dizer que Deus e` isso, Deus e` aquilo, voce deixa um dinheirinho aqui na minha sacola, que Deus vai te abencoar, voce precisa agradar a deus para ele te abencoar, precisa andar junto com deus, fazer um proposito com ele, ate mesmo nessas igrejas que nao sao caca niqueis, vc nao ve o pastor abrindo os olhos das pessoas, dizendo que Bolsonaro nao tem nada de cristao, muito pelo contratio, etc, eles se omitem nao explicam tambem que o pastor nao pode resolver tudo, nem deus, dependendo da angustia vc precisa de um psicologo, um psiquiatra, no culto nao se fala nada disso, so coisa inalcancavel, utopia talvez? De qualquer forma nao e` o tipo de coisa que faz as pessoas agirem e pensarem…nao surte o efeito esperado, e` semear uma semente em terreno esteril

    • 19/10/2018 at 11:42

      João, eu não tenho posição dogmática e fechada para nada (ou quase). Se tivesse, teria de abandonar a filosofia. Eu tomo tudo com capacidade de observação e com a possibilidade de voltar logo em seguida sob outro ponto de vista. Eu sei que isso é difícil para muitos, e para você, em especial.

  8. Joao Bosco
    19/10/2018 at 01:07

    Gostei da sua critica humanista secular, iluminista, positivista e no final marxista sobre religiao, se tem uma coisa que me enche o saco e` religiao, ainda mais religioso nazista…Acho a Manuela linda, mas contra um reacionario vintage como Bolsonaro, ela precisa ser uma comunista old school, que odeia Deus, Jesus e biblia, alias, a mesa que eu estudo para o vestibular, e escrevo esse texto aqui, no teclado, tem uma rodinha quebrada que uso uma biblia joao ferreira de almeida para apoiar, ate que enfim achei uma utilidade para esse negocio de capa preta…

    • 19/10/2018 at 08:56

      A religião é linda e eu adora a Bíblia, pena que a gente tenha de conviver com religiosos.

  9. cpiroto tresloucado
    17/10/2018 at 16:29

    Celinho, meu amigo… por que você não vai dar uma voltinha em alguma galáxia mais próxima?

  10. Celio
    17/10/2018 at 08:22

    Professor Ghiraldelli,
    O senhor não acha que ser ultrajado por uma agremiação rancorosa, ufana e insossa seja um elogio?

    • 17/10/2018 at 09:49

      Não sei, nunca me sinto ultrajado, tenho um ego de filho único, sempre me acho melhor – sou melhor. Eu não consigo me lembrar dos nomes que tentaram algum ultraje contra mim.

  11. Celio
    17/10/2018 at 00:28

    Eis o aluno [Tony Bocão] nutrido por elogios. Parabéns, “Robertinho”… Como se dizia Napoleão Bonaparte: “Um tolo é desagradável; mas um pedante é insuportável.”

    • 17/10/2018 at 02:12

      Célio, às vezes gente como você precisa de um elogio, olha ao lado, olha ao longo da vida, e nunca ganhou nenhum elogio. Então, quer se passar por gênio rebelde, mas foi apenas, sempre o medíocre que ninguém conseguiu elogiar. Só isso.

  12. Guilherme Pícolo
    16/10/2018 at 00:41

    Bolsonaro diz que quer voltar 40 /50 anos no tempo (ainda acho que ele vai causar com o Trump e terminar de ferrar nossa economia)… será que ao menos teremos o rock daquela época de volta!?

  13. 15/10/2018 at 21:07

    Feliz dia dos profes!!!!???????

  14. 15/10/2018 at 21:06

    Feliz dia dos profes!!!!???????

  15. Tony Bocão
    15/10/2018 at 20:31

    Sem contar que no slogan “deus acima de todos, brasil acima de tudo” Dá a entender que Brasil está acima de Deus

  16. LMC
    15/10/2018 at 11:10

    Os puxa-sacos do Boçalnaro
    ficaram furiosos com o Bial
    porque ele entrevistou semana
    passada um sobrevivente do
    Holocausto.Acharam que a
    Globo estava fazendo campanha
    contra o Bozo.Sabia,PG?

  17. Tony Bocão
    15/10/2018 at 09:05

    Interessante esse comentário do Célio, como recorte de como pensa o Brasileiro médio que vota em extrema direita. Demonstra claramente a batida tecla do fracasso educacional exaustivamente lembrada por este site. A irrelevância deste mesmo Brasileiro médio ao paradoxo de Popper vai na carona, sem contar da arrogância. Quanto ao texto, essa conversa fiada de Deus e família, seria uma estratégia de se colocar acima das leis ? um discurso de neutralidade para se fazer agir sem democracia, afinal, ser livre assusta os descolarizados que preferem o autoritário. Se este for legitimado por Deus ou pela pátria perfeito.

  18. RAFAEL CABRAL RIBEIRO
    15/10/2018 at 08:57

    Professor, tomei a liberdade de chamá-lo assim por me ensinar muitas coisas, tenho observado um culto ao não pensamento arraigado a partir do afunilamento da eleição, eu, com viés muito pessoal, por ser seguidor de Cristo, não sou eleitor do Bolsonaro, devido à cobtradição que isso representaria. Ao manifestar minha opinião, geralmente sou “acusado” de apoiar corrupção e/ou ser PTista ou até coisas piores que transbordam para o viés pessoal. Simplesmente não entendo a dificuldade do contraditório, não sou PTista, não quero corrupção e consigo, logicamente, explicar porque o Mito não vai resolvê-la. O Sr. já tratou dessa onda estranha que se apossou de pessoas comuns? pq estou falando de amigos queridos que passam inclusive a me insultar simplesmente porque contradisse ou desmenti uma notícia falsa. Há cegueira? As pessoas entregaram seu ego ao “Mito”?

    • 15/10/2018 at 09:03

      Rafael os candidatos servem como esperanças para desgraças pessoais. Votar em alguém como Bolsonaro é, um pouco, ser como ele.

  19. Celio
    15/10/2018 at 07:48

    Professor, meus outros posts (sim, foram poucos) mostram que não sou novo leitor. A sua publicação, no período das olimpíadas de 2016, sobre o francês que reclamou das vaias e nossa cultura advinda do coliseu romano, fez-me crer que valia a pena lê-lo. Prefiro textos ao invés de vídeos, não vejo problema nisso. Aliás, vale a pena perguntar, suas publicações são para todos, ou só para seus alunos, amigos ou quem concorde contigo? Pelo menos, se concordar, não será chamando de burro, o que já intimida os nutridos por elogios.

    • 15/10/2018 at 09:05

      Celio, burro é burro e precisa de ser chamado de burro. Uma pessoa que vem aqui falar bobagem, eu respondo dizendo que ele falou bobagem. Aqui não tem passada de mão na cabeça não. O que você falou é uma burrice imensa. Quando falo do São Paulo, é do São Paulo, não é do Palmeiras, o artigo sobre o Palmeiras é outro. Não entender isso é dar uma de Pondé, que é o burro máximo. Toda vez que alguém vem aqui falar “você não falou de X”, eu acho que a pessoa é burra, pois quando falamos de Y a questão é Y, X é outro artigo.

  20. Celio
    15/10/2018 at 00:04

    Engraçado, professor, parece-me que o senhor escolheu alguém, aleatoriamente, para virar inimigo. Nessa, o desventurado Bolsonaro foi sorteado. É melhor pensar assim do que acreditar que o senhor ou desconheça o sistema de corrupção crônica instalado pelo PT, ou seja vítima das famosas fake news – das quais, acredito eu, um filósofo não seja imune -, ou esteja simplesmente enfeitiçado pela beleza de uma feminista submissa.

    • 15/10/2018 at 00:09

      Célio, engraçado, você nunca leu nada meu, nunca leu nadinha, nem vídeo, e aparece aqui como se fosse velho leitor. E pior, com aquele modo de pensar que é típico do Pondé, o burrão, que é dizer “você não falou do outro lado”. Cada artigo é para um lado. Os objetos vão sendo abordados em espiral. Sacou? Vou lhe dar uma dica: https://youtu.be/xltlUmKlbss Depois, tente me acompanhar, leu algum livro meu, manter o contato, e então poderá refazer sua opinião. Ah, um detalhe: sou antifascista. O que implica ser, portanto, antibandido, antirroubo, sendo assim, minha crítica ao PT já está implícita em todos meus artigos. Sobre a Manuela, você leia dez vezes o trecho sobre a beleza e tente ser inteligente para entendê-lo, OK?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *