Go to ...

Paulo Ghiraldelli on YouTubeRSS Feed

25/07/2017

Mataram Teori … e mais um monte de gente!


Tudo começou com Kennedy. Ele era o presidente amado e morreu com uma bala na cabeça, mesmo cercado de seguranças. Então, veio a nossa vez: teria Vargas, bem antes, se matado mesmo? E Castelo Branco, aquele avião não foi derrubado não? Costa e Silva ficou doente? Jango não morreu envenenado não? JK foi “encomendado”, não foi? Tancredo não morreu por conta de infecção hospitalar não, morreu? E Ulisses? Vai ver que o filho do Lula em tramoia com a Marcela Temer e os assassinos do Celso Daniel pegaram o Teori. Não foi? Tudo indica que foi! Tudo indica!

Teoria da conspiração virou piada. Aliás, nunca foi outra coisa. Fidel Castro não foi pego pela CIA – isso sim é que daria uma boa teoria da conspiração! Mas aí não seria próprio; a não-morte não dá margem para o fantástico. Pascal apelou para o ridículo das teorias da conspiração para mostrar a verdade do Jesus histórico. Disse ele: como poderiam doze pessoas, inclusive com um traidor no meio, terem combinado tantas histórias próximas, com detalhes tão especiais? Cristo tem que ter existido e feito milagres! Pascal chamou a razão, que desmonta as teorias da conspiração, para zelar por uma verdade que muitos acham uma balela, ou seja, história dos milagres de Jesus.

Desmontar uma teoria da conspiração é só aparentemente sempre muito fácil. Dei o exemplo de Pascal justamente para mostrar como a situação é paradoxal, ou seja, o caso da razão funcionando para proteger o milagre. Mas, em geral, pessoas com pouca dificuldade em lógica, e também pessoas com experiência política, tendem a poder desmontar as teorias da conspiração, claro, especialmente as mais grosseiras. Nesse segundo espaço é que mora o problema: onde proliferam tais teorias? Qual o canteiro em que brotam?

Na maior parte, as teorias da conspiração nascem e crescem onde há baixa participação popular na vida política do país. As democracias europeias ricas e tradicionais, todas elas palco de algum tipo de revolução burguesa e frutos de potentes movimentos operários, são os lugares com menos teorias da conspiração. Os Estados Unidos é, hoje, o lugar com mais coisa desse tipo. Os dois grandes partidos do país ficaram muito próximos em agenda durante vários anos, e isso afastou a população da política. Surgiram gerações e gerações vivendo na América sem se interessar por qualquer participação política. Além do mais, CIA e FBI acumulam segredos de estado o suficiente para que todo cidadão acredite mesmo que lhe escondem algo mais crucial. O Brasil agora está começando a ganhar contornos próximos dos Estados Unidos, e menos da Europa. A motivação aqui, para a criação de teorias da conspiração, é a mesma: baixa participação na política, nos meandros mesmo da política. Sendo assim, o poder fica distante, cinzento, inacessível, e isso é o suficiente para que as pessoas comuns confiram aos que aparecem na cena do poder como tendo mais capacidade de fazer e acontecer do que realmente possuem.

Ninguém acredita em teorias da conspiração em futebol. O povo participa, e então se um jogo é dito “vendido”, o burburinho logo cede espaço para a hipótese mais racional. Mas bastou algo ficar meio que ininteligível, e eis que a mentalidade popular cria lendas e mitos sobre tal espaço. A política brasileira ainda é reino de fadas, reis com secretários noturnos, tramas de bastidores feitas por mulheres invisíveis. Mesmo num mundo onde a privacidade é que é um mito, o mito da possibilidade de segredo tem sua força.

Eis um exemplo de como funciona a mentalidade popular.

Muitos amigos não acreditam em mim quando digo para eles que Janaína Paschoal, minha amiga, é uma pessoa comum, professora como eu, que entrou no Impeachment sozinha e com o próprio dinheiro. Não! Acham que ela tem ligações sabe-se lá com que figura poderosa, que é rica, que é pessoa ligada à política faz tempo etc. Param-me na rua para saber se Janaína Paschoal já disse a data da prisão do Lula! Ou então me perguntam se ela me disse sobre se Michel Temer é ativo sexualmente com Marcela – juro, não estou brincando! Conferem à Janaína poderes mágicos, visão de raio X, capacidade de ver o futuro e, por tabela, ´pensam que quem tem acesso a ela fica “sabendo das coisas”! E se você tenta desmentir, aí sim pensam que você esconde algo!

Ninguém consegue deter o imaginário popular dos impotentes. Quanto mais impotente, mais há chance dessa pessoa ser aquela que vê grupos tentando conquistar o mundo por meio da distribuição de um elemento altamente viciante, que seria a Pepsi Cola, feita com um adoçante vindo de fetos humanos. Sim, há astrólogo por toda parte alimentando gente com predisposição à ignorância atrelada à loucura, como ele próprio. E assim, plutonianos e comunistas irão dominar o mundo, para algumas pessoas que circulam no ramo da impotência, e isso mesmo que Plutão nem mais seja planeta (ou que tenha sido reabilitado) e que comunistas não mais existam.

Paulo Ghiraldelli, 59, filósofo. São Paulo, 20/01/2017

Tags: , , , , ,

22 Responses “Mataram Teori … e mais um monte de gente!”

  1. Palestrante sabichão
    22/01/2017 at 13:35

    DESCUBRA A VERDADE QUE ESCONDEM DE VOCÊ:

    1. Hitler fugiu da Alemanha na Segunda Guerra, foi para os EUA e fundou a NASA, onde os nazistas continuam a pôr em prática seus planos diabólicos, com amplo conhecimento da CIA e da grande mídia.

    2. Kronos foi o primeiro filósofo grego; ele inventou o cronômetro, entre outras coisas. Depois que morreu, subiu aos céus no terceiro dia, deu origem a Zeus e redigiu a primeira edição do Torá.

    3. Zeus, por sua vez, deu sequência à sua linhagem em Creta e dali se originaram os cretinos.

    4. Do outro lado do mundo, Confúcio criava o confucionismo, que até hoje visa a confundir o Ocidente visando a supremacia do poder mundial com a fundação de um governo único.

    • 22/01/2017 at 14:43

      A última tese deve aparecer em palestras da dupla sertanojo Karnoso e Repetente.

  2. Mauricio Bonetti
    20/01/2017 at 15:36

    Realmente, distanciamento dá brecha para a imaginação, dentro das empresas isso acontece também. Transparência resolve todas essas questões. Entendo que as pessoas que estão no “poder” também são responsáveis por criar distanciamentos e por consequência dar margem para essas estórias. Será que a democracia americana e brasileira está perto das pessoas? Será que a democracia européia faz melhor esse papel?

    • 21/01/2017 at 01:49

      Maurício, o problema não é só de tradição, é que os Estados Unidos estão voltando agora a uma diferenciação entre democratas e republicanos, que a Era Reagan e a Era Bush I anularam. Mas num país grande a massa de malucos aumenta também.

  3. LMC
    20/01/2017 at 13:55

    A Janaína Paschoal dizer que a
    morte do Teori tem que ser
    investigada,meu Deus….
    Como diz José Simão,o
    Brasil é o país da piada pronta.

    • 21/01/2017 at 01:52

      LMC seu problema com a Janaína é que você só entende a você mesmo, ao seu “centrismo”. Eu sou daqueles que, no lugar da Janaína, diria muito mais. Tem não só que investigar como ficar falando da TV dia e noite sobre a investigação. Aliás, fizemos isso na época do Tancredo, pois a bola de neve da desinformaçao corre solta. Aliás, não só o filho do Teori pediu isso, mas também o Temer, todo mundo que tem juízo. A população não pode ser educada na dúvida do senso comum louco. É difícil explicar as coisas não? Não só para eles, os dos senso comum da direita, mas para você também.

    • LMC
      21/01/2017 at 11:47

      É,mas pedir pra investigar o caso
      porque pode ser “queima de
      arquivo” como alguns estão
      pedindo por aí….PQP!!!Sim,
      eu sou “centrista”:não vou
      com a cara do Trump,
      Bolsonazi e seus amigos.

    • 21/01/2017 at 12:20

      LMC acabei de conversar agora com a Janaína. Ela esta certa. Não concordo, mas como filósofo. Na posição dela, falar outra coisa seria uma loucura, um completo desserviço. Foi necessário sim o Brito vir na TV e dizer: Tancredo morreu mesmo de diverticulite, eu estava lá, eu acompanhei tudo etc etc.

  4. Lorival Braga
    20/01/2017 at 11:21

    Paulo do céu, será que a Jana vai fazer nascer coelhinhos na páscoa? O pensamento mágico rege as relações por aqui, não há como negar. A igreja universal é um ótimo exemplo, ao mesmo tempo que é uma disseminadora do pó mágico ( Sim, tem campanhas em cultos que as pessoas atravessam o altar da igreja descalços em uma lâmina de sal que cura) é também alvo de teorias da conspiração, coisas do tipo: o Edir Macedo é o próprio anticristo. Vai entender, acho que a união da ignorância, criatividade e burrice aliada a uma classe média ressentida produz essas aberrações, né?

    • 20/01/2017 at 11:57

      Lorival, é show de bola. Sempre digo para meu filho: você não precisa fazer nada para vencer na vida, veja só a quantidade de tonto que existe.

  5. LMC
    20/01/2017 at 11:14

    Tem mais uma teoria da conspiração:
    que o Brasil entregou o título da Copa
    de 98 de futebol pra França pra
    depois o Brasil ser penta em 2002.
    Mas que foi estranho o Tancredo
    morrer no dia de Tiradentes que
    também era de Minas….kkkkkk

    • Edigar
      22/01/2017 at 15:17

      Kkkkk, boa

  6. Luis
    20/01/2017 at 10:57

    Quando o imponderável se torna fascinante. Dos políticos, pode-se esperar todo o tipo de tramoia.

    • 20/01/2017 at 11:58

      Luis, não pode. Milagre não adianta esperar, deles não vem.

  7. Luciano
    20/01/2017 at 10:53

    Foi uma triste coincidência, mas que foi conveniente foi. A bomba-relógio que ia implodir o governo Temer zeraria o cronômetro mês que vem e seria o Teori a puxar o pino. Será paradoxal o temerário indicar o Ministro que vai julgar ele e seus capangas. Que a Carmen Lúcia sorteie o quanto antes o novo relator ou ela mesma decida matar no peito o abacaxi.

    • 20/01/2017 at 11:58

      Luciano, não muda nada. As coisas não são feitas por uma pessoa só. A equipe de Teori era enorme, mudar isso agora é pior que naõ mudar.

  8. Pedro
    20/01/2017 at 10:21

    Ah, o astrólogo é o rei das teorias conspiratórias mais ridículas. Mas o pior não é ele ser assim. O pior é que ele tem milhares de seguidores que dizem amém. É assustadora a falta de capacidade das pessoas de pensarem com a própria mente.

    • 20/01/2017 at 10:32

      Pedro não se esqueça que são 84 mil que zeraram na prova de redação do Enem!

  9. Pedro
    20/01/2017 at 10:19

    Verdade. Eu não aguento ver as pessoas postando coisas “a sério” sobre teorias conspiratórias sobre a morte do Teori (dá até trocadilho teorias com Teori). É ridículo. E quer saber? Ninguém vai provar nada, sempre vai ficar essa “suspeita”, até daqui 30 anos, ainda dirão, “lembra quando mataram o ministro do STF ?” . Eu não suporto esse “denuncismo” vazio. Acho irresponsável e pueril quem se comporta assim.

    • LMC
      21/01/2017 at 11:56

      Pedro,quando o Silvio Santos
      morrer,vai aparecer doidos e
      doidas na internet e na TV
      falando dia e noite dizendo
      que a Globo mandou
      matar ou envenenar ele.

  10. Cleide M. Reis
    20/01/2017 at 10:07

    Excelente texto, professor!
    Uma vez tentei explicar isso para meus colegas professores e fui chamada de ingênua por eles. É lamentável a mentalidade de gente assim!

    • 20/01/2017 at 10:32

      Cleide! Não se esqueça que são 84 mil que zeraram na prova de redação do Enem!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *