Go to ...

Paulo Ghiraldelli on YouTubeRSS Feed

22/07/2017

Intervenção militar


Notaram? Há pessoas pedindo “intervenção militar”? Sim, aqui entre nós! O problema delas não é serem protofascistas. Antes disso, elas são crianças fascistas. Crianças que acreditam que apertam um botão do seu PC ligado à Internet e, então, um anjo (no caso, um demônio) é chamado para salvá-las de algo que não está lhes fazendo mal algum, talvez até fazendo bem (nunca os ricos foram tão ricos!).

Mas é que crianças sempre estão a chamar deuses, anjos, amigos imaginários, super-heróis e pais. Chamam pais principalmente quando os pais foram ausentes ou então tão déspotas que estiveram inacessíveis.

Ora, não há Exército brasileiro em clima de golpe ou querendo a tal coisa chamada de “intervenção militar constitucional”. Não há lideranças importantes querendo acionar o Exército. Nem mesmo Impeachment! (Aécio e FHC já disseram: “não está na agenda”). Não há Partido da Imprensa Golpista (PIG) porque golpe não se faz com meia dúzia de artigos (nem com mais de meia dúzia). Não há sequer um inimigo efetivo, como já houve com o “comunismo” ou a invenção de que havia o comunismo (como em 1964); os únicos inimigos comuns mesmo, existentes, é o mosquito da dengue e as madeireiras. Os outros inimigos, ora bolas, até que a Polícia Federal está lá fazendo seu serviço! Então, do nada, da pura imaginação infantil, cada “criança fascista” (alimentada às vezes pela “criança comunista”) crê que há um botão em um aparelho do seu quarto, chamado Facebook, ligado a Deus, e que este vai realizar seus sonhos, tirar seus medos.

Nessa doideira, a “criança fascista” fala para si mesma que Deus vai mandar o Exército e este já até está nas ruas, com vontade de obedecer Deus! Talvez Descartes, ao temer a imaginação como temeu, estivesse pensando na produção maligna desse tipo de gente, fruto de uma infância não superada, morando nos Jardins, o bairro rico de São Paulo. Tanto dinheiro e não fazem uma terapia que preste!

Paulo Ghiraldelli, 57, filósofo.
Para avançar de modo mais aprofundado no tema da não superação da infância ver este: O mundo fabuloso da criança.

Tags: , , ,

18 Responses “Intervenção militar”

  1. alexandre
    16/03/2015 at 15:25

    Como vocë mesmo disse em outro post, nunca os ricos estiveram tão ricos, e panelaço em varanda gourmet vamos combinar é contraditório, não vi ninguem dos extremos da periferia com seu lugar para protestar.
    Eu penso o seguinte, tirar a dilma vai resolver o problema do Brasil sera que assim deixaremos de ser corruptos?
    Será que tudo começa com o Lula e termina com a Dilma?
    Quando vejo gente esbravejando que quer PT e Dilma for a penso, onde esse povo se informa

    • LMC
      16/03/2015 at 16:35

      Alexandre,só estão fazendo o
      mesmo que o PT fazia pedindo
      Fora FHC só porque o FHC
      não é do PT.Falar em varanda
      gourmet já virou um daqueles
      bordões repetitivos de programa
      de humor com risadas gravadas.

  2. LMC
    16/03/2015 at 14:07

    Os militontos da Imprensa
    Governista já começaram a
    encher o saco botando a
    culpa na Globo por causa
    dos protestos de ontem.
    Isso me lembra os militares
    dos anos 60.Quando tinham
    protestos contra o regime
    militar diziam:lugar de padre
    é na igreja,lugar de estudante
    é na escola,etc.O que eles
    queriam?Que a Globo não
    mostrasse nada que houve
    ontem ao vivo?Burros.

  3. Claudio
    16/03/2015 at 10:49

    O pior de tudo é ver gente falando que a vida era melhor na ditadura… e não estou falando de filhos de militares.

    • 16/03/2015 at 11:57

      Claudio, para muita gente era mesmo! Isso que temos de entender. Há pessoas que julgam a vida melhor quando há ditadura. As ditaduras possuem seus adeptos, e não são poucos.

  4. Wagner
    15/03/2015 at 14:24

    A criança birrenta costuma tomar conta da casa…

    • 15/03/2015 at 15:18

      Veja: AGORA A PAULISTA está com mais de 500 mil pessoas. A direita encabeça o ato gigantesco. Mas o ato já começa a conquistar gente que votou em Dilma. O PT abusou da paciência até de seus militantes. O resultado está aí.

    • Wagner
      15/03/2015 at 16:52

      O PT é um bebê que cagou na frauda. No momento a mãe está ocupada, o pai está trabalhando e o bebê brinca com a frauda no berço.
      Na manifestação, a constante são as fotos, os paus de selfie, as curtidas e os views, os posts. Nem tudo é liquido, mas o que começou no facebook condensou, cai agora como chuva e volta ao facebook.
      Em meio a tudo isso, os oportunistas tentam elaborar a melhor maneira de encarnar um messias. Os manifestantes fingem que não, mas esperam por um rosto, um salvador.

    • LMC
      16/03/2015 at 13:31

      Falou e disse,Wagner.
      Estão esperando por um
      salvador tipo Joaquim
      Barbosa pra presidente.
      Mas,ainda bem que ele
      não caiu nessa.Iam
      transformar ele num
      Jânio da vida.

    • Wagner
      17/03/2015 at 13:39

      Já pensou Joaquim Barbosa candidato em 2018? Penso que o PT e o PSDB torcem para que isso não aconteça!

    • 17/03/2015 at 13:43

      Wagner não se é candidato por decisão própria. No Brasil a coisa passa por partidos, estrutura, dinheiro, apoio, conhecimento geográfico na pele etc etc.

  5. José
    14/03/2015 at 13:44

    Vc disse uma coisa certa, nunca os ricos foram tão ricos. Vejo meninas aí récem formadas em Medicina com carros de 100 mil ou mais, fazendo viagens para Miami, mas reclamam sistematicamente do governo “comunista” da Dilma, da opressão que vivem, etc. Acho que elas não conheceram o Brasil dos anos 80 e 90, a recessão que era, onde poucos podiam comprar um carro novo ou viajar para o exterior.

    • 14/03/2015 at 15:14

      José melhoramos mas isso não dá o direito do PT governar desse modo, com corrupção e com grupelhismo.

    • Cesar Marques - RJ
      15/03/2015 at 04:58

      José, parece que você tirou esse comentário da minha boca. Além do que você falou, não consigo entender como a maioria esmagadora das pessoas de classe média que eu conheço, teimam em nominar o programa Bolsa-Família, como um bolsa vagabundo que o governo usa para sustentar vadios. É sério, custo a entender isso.

    • 15/03/2015 at 12:18

      Cesar mas isso é o mais fácil de entender, porque é o o ideológico, o liberalismo que Napoleão com baioneta enfiou em toda a Europa, nas colônias e, enfim, que tinha antes dele já 300 anos de doutrina.

    • LMC
      16/03/2015 at 13:27

      Os Nassifs e Amorins
      chamam quem protestou
      na Paulista de “gente de
      direita”-menos Sarney
      e Maluf,que apóiam
      Dilma,claro.

      Gente pedindo
      a volta dos militares?
      Devem ser leitores
      das colunas do Delfim
      Netto,com certeza.
      kkkk

  6. Rony
    14/03/2015 at 12:24

    Essas “crianças fascistas” precisam de um pai para corrigi-las e surrá-las.

    • 14/03/2015 at 12:50

      Alguns tiveram, levaram surras. A surra também é uma forma de ausência.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *