Go to ...

on YouTubeRSS Feed

18/11/2017

Esquerda inaugura o “Vamos!”. Mas nós não vamos!


A Folha (14/08/2017) noticia que a esquerda está se reunindo para pensar a vida “sem Lula”. Essa nova esquerda lança site com o nome de “Vamos!” e está com o ideário do partido Podemos, da Espanha. A ideia é uma esquerda mais horizontal e renovada. Na prática o desmentido já vem estampado nos primeiros atos: Boulos é o organizador (um novo Secretário Geral?), os políticos convidados são os mesmos de sempre e com a cabeça de sempre, os intelectuais são coisas como o carcomido português Boaventura e, por fim, a avaliação sobre Lula é a mesma: ele é inocente de tudo e está sendo tirado da política no “tapetão”. Tente achar o novo e o horizontal nisso. Eu não consegui.

Os liberais conservadores se calam diante da KKK que ressurge e faz estragos novamente. Os liberais progressistas e social-democratas não conseguem falar noutra coisa senão em aumento de impostos. Nada muda. Então, para pirraçar, nada muda na esquerda também? É isso? Não, é pior. A esquerda brasileira não muda porque o cérebro dessas pessoas está emperrado. Fran eu entrevistamos Boulos nas manifestações de 2013, no programa Hora da Coruja. Ele estava indignado, incomodado, não conseguia admitir a existência de uma manifestação sem chefia, sem “o partido” organizando tudo. Sozinha, as “massas” estavam a “esmo” e já havia “gente de direita” na manifestação. Foi o que disse. Boulos veio da militância do Partidão! Ora, ninguém mais achava que se poderia vir algo para o campo da esquerda originado no Partidão. Mas está aí: o novo é o que há de mais carcomido na esquerda. E isso porque a esquerda não está carcomida, ela é carcomida no Brasil. Afinal, todas as práticas dos partidos comunistas  velhos, e do populismo brizolista, engoliram o PT. E o PT aperfeiçoou isso, ensinando até o PMDB a roubar de modo mais aperfeiçoado!

A ideia de vanguardismo e de estar acima da ética são os dois elementos básicos da velha esquerda e que estão presentes nessa nova esquerda. O vanguardismo é visível. Cria-se um grupo para dirigir movimentos sociais, chamam-se líderes e intelectuais “engajados”. Tudo se faz para não ouvir “contrários” e tudo se faz no sentido de “aproveitar para reunir forças” para a hora das “condições objetivas amadurecidas”. Pois logo “as massas” voltarão às ruas e então há de se dirigi-las. Nessa tarefa, tudo é preparado para ações ilegais e amorais – e que engordam! Afinal, a lei é “burguesa”. No limite esse vanguardismo está igualzinho ao que gerou o Lula Rei da Petrobrás e Principezinho do Brasil. Por fim, a medida mais importante: há de se chamar alguém para ser o demônio, pois a esquerda não vive sem isso, como a Igreja no passado. Tem de existir alguém que faz mal a todos, principalmente ao princepezinho: Moro. Claro, é a lei. “Ora, a lei”! Duvido que o tal Podemos não ensine ao “Vamos!” rituais de exorcismo. Terá chá de Santo Daime ou uísque?

É difícil ver no que esse tipo de esquerda, que se acha acima da lei por estar pensando num nova ordenação e no “fim da burguesia”, difere de Reinaldo de Azevedo, que depois que viu que Aécio e Serra estavam na mira da Lava Jato se insurgiu contra Moro e contra procuradores. O vanguardismo e a ideia de “eu sou puro” são os mesmos. Querem uma profecia? Logo o site “Vamos!” já estará mas mãos acesas por dinheiro, as do marronzinho Luiz Nassif, querem apostar?

Em tempos de Trump, que é da raça do populismo de direita mais tacanha, o contraponto só pode ser mesmo tão imbecil quanto, e vem com o tal “Vamos!”. Ora, vamos para onde? De volta para o que foi o futuro, ou seja, o estalinismo, o leninismo, os debates sobre quem serão os “Comitês Populares Dilma Roussef”? Duvido que o “Vamos!” não vá fazer uma missão de apoio a Maduro! Esse pessoal fala “Vamos!”, mas eu não vou. Já vi esse filme e garanto, poderia ter como diretor o menino tresloucado do Acre, que acabou de voltar!

Paulo Ghiraldelli Jr., 60, filósofo. São Paulo, 14/08/2017

Tags: , , ,

8 Responses “Esquerda inaugura o “Vamos!”. Mas nós não vamos!”

  1. João Bosco
    14/08/2017 at 23:28

    Quem é esse português Boaventura, “filósofo”, político? Gostaria de uma referência para pesquisar sobre ele.

    • 15/08/2017 at 08:51

      João Bosco, não perca tempo, Boaventura é um sociólogo marxóide bem burrão.

    • João Bosco
      16/08/2017 at 19:42

      Eu só queria rir um pouco com o Boaventura kkk

  2. LMC
    14/08/2017 at 14:21

    Depois os petistas quando são
    chamados de petralhas,fazem
    mimimi.Agnaldo Timóteo vai
    se filiar ao PT.Rarará!!!!

    • 14/08/2017 at 19:02

      LMC acho que ele chegou tarde. Timóteo é o tipo que já há muito é a cara do PT.

  3. Luis
    14/08/2017 at 12:12

    Enquanto isso, do outro lado do muro, estão preocupados em provar que o nazismo é de esquerda. Na verdade eles têm certeza disso, assim como a esquerda tem certeza de que o Moro é um instrumento do imperialismo americano. Vamos, vamos todos pra época que o muro de Berlim ainda estava de pé. Que merda essas pessoas têm na cabeça?

    • 14/08/2017 at 14:02

      Toda época tem imbecis, mas a Internet os fez aparecerem para todos.

    • Eduardo Rocha
      14/08/2017 at 20:36

      Os youtubersteens estão demais mesmo. Essa de Nazismo ser de esquerda já vi alguns por aí falando isso. Falam que Comunismo, Nazismo, Socialismo e fascismo é tudo a mesma coisa. E ainda citam Marx, Hegel e Platão, meus deus…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *