Go to ...

on YouTubeRSS Feed

28/02/2020

“Dilma, vai tomar no cu!”- Isso pode Arnaldo?


A “classe média paulistana” não agrediu Dilma. Ah! Foi a “classe média paulistana nojenta”? “Classe média paulistana nojenta” é o que? Existe classe média como “nojenta”, talvez, se falarmos em termos marxistas, ou de inspiração marxista, melhor dizendo. Mas aí, ela não é “paulistana”, ou seja, não é caracterizada por ser paulistana. Trata-se então de um conceito abstrato de “burguesia” enquanto setor “detentor dos meios de produção” e com pensamentos conservadores e mesmo reacionários (fascistóides) etc., expressos em geral por intelectuais requisitados para tal, e esse pensamento, então, é o que pode ser tido como “nojento”, por ativistas dito progressistas.

Em termos do IBGE, que é como podemos dizer “classe média paulistana” de modo corriqueiro, no sentido jornalístico mais ou menos do senso comum, é a “classe média” que em boa parte dá força à Dilma, pois dela saem bons intelectuais uspianos e trabalhadores sindicalizados que apoiam o governo e, nesse mesmo barco de apoio, vários que estão vinculados a banqueiros que lucram com o governo atual e empreiteiras que fazem o mesmo. Toda essa gente está quieta a respeito dos desmandos do governo. Quais?

Não, não se trata do tal “decreto bolivariano” não. Isso é coisa para a direita brava reclamar. Em questão mesmo está a Lei Geral da Copa, imposta pela FIFA. Isso é que é mais terrível que os gastos da Copa.

Dilma não possui o direito de vender o país à FIFA, ou seja, vender a democracia constitucional a uma entidade que exigiu o fim da liberdade individual. Caso Sócrates, o jogador, estivesse aí e quisesse, como nos velhos tempos, usar uma bandana com os dizeres “Melhores Hospitais” ou “Queremos escola padrão Fifa!” não poderia! Essa é a Lei Geral da Copa, de dona Dilma.

Infelizmente os intelectuais petistas e puxa sacos do governo se calaram. Estão fazendo com Dilma o que Médici fez quando ela estava presa: “ame-o ou deixe-o” – ou se gosta do Brasil de Dilma, que diminuiu a pobreza, ou então que vá embora! Era assim. Voltou a ser.

Dilma e Lula estão usando nosso país como Vargas fez,  na base do populismo (ainda que várias medidas, como o bolsa família, não sejam nada populistas para um país como o nosso), com uma diferença, Vargas tinha orgulho de si mesmo. Esses dois, Dilma e Lula, se tornaram apenas pessoas que querem ficar no poder. No fundo, acham que o populismo brizolista é a melhor política (não à toa Dilma se encaixou tão bem no PT). Militarizam o país para garantir a “ordem”. Essa “ordem” é a ordem seguinte: se você tem feijão no prato e pode ficar horas se deliciando diante do liquidificador que comprou, você e “do povo” e “o povo está conosco”.  Caso você queira um pouco mais, então “não vale, você é contra nós e contra o povo”. 

Não creio que se deva mandar um presidente tomar no cu. Mas Dilma está nos mandando tomar no cu. 

Paulo Ghiraldelli, 56, filósofo. Autor de A filosofica como crítica da cultura (Cortez 2014)

 

 

Tags: , , , , ,

15 Responses ““Dilma, vai tomar no cu!”- Isso pode Arnaldo?”

  1. jose
    01/07/2014 at 14:05

    ai ai ai, Paulo ghiraldelli, não é aquele que vive mamando na esquerda, mostrando a nudez da esposa pra todo mundo, eita, acho que ele realmente está vendo o lado obscuro da esquerda .
    kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

    acorda cara, um filosofo tão estudado acreditando em estória da carochinha ( utopia comunistas ) muro de Berlin caiu em 1989 meu amigo, acorde desse pesadelo ai ( esquerda )

    • 01/07/2014 at 16:35

      José … quem? Ninguém sabe. Mas o que ele não sabe é que não sou de esquerda ou direita aprioristicamente. Só tolos possuem posição política apriori. Agora, ele sabe que minha esposa é bonita e gostosa. Mas para vê-la em roupas sensuais, agora, é no Papo Sem Calcinha, programa que ela apresenta na Flix toda sexta feira às 23:59. Olha o canal: http://flixtv.com.br Ah, curta minha esposa, já que a sua deve ser um bucho.

  2. felipe
    15/06/2014 at 18:10

    Lá na terra do futebol…
    Onde esporte serve de fachada para enriquecer politico corrupto, onde estacionar em vaga de deficiente é justificável quando se tem pressa, onde quebrar vidraça em protesto é moda, onde por fogo em ônibus é exercer liberdade de expressão, onde prevalece a lei do mais esperto… Nos perguntamos assim na famosa letra: QUE PAÍS É ESSE?
    É UM PAÍS QUE NÃO INVESTE EM EDUCAÇÃO HÁ DÉCADAS.
    Acho de péssimo tom mandar uma senhora tomar naquele lugar sim! Não importa qual o contexto, Seja ela que for. Faço minha parte, sei em quem votei, cobro dos políticos as promessas que fizeram sem me esquecer de quem sou.
    Sou Brasileiro indignado igual a todo mundo, quero o PT fora, mas não justifico meus erros pelos erros dos outros. Isso não.
    Quisera eu ter ouvido um coro de milhares cantando em uma só voz FORA PT! FORA DILMA! Teria sido fantástico não acham?

  3. Caico
    14/06/2014 at 18:48

    O que é pior? Mandar a presidente tomar no cú ou a ” presidenta” fazer com que o povo tome no próprio rabo quando precisa de um hospital minimamente descente, ou de uma escola que proporcione uma educação “de verdade”, ou de um transporte coletivo com um pouco mais de conforto do que uma gaiola de gado, ou uma moradia que de um mínimo de dignidade para seus moradores, um endereço com cep, etc., etc., etc.! A elite que lá estava, ocupava os bancos onde deveria estar o povo que pagou caríssimo pela sua construção e que teve que ficar na sarjeta de um estádio em que sonharam por anos pois, jamais teriam a grana do ingresso que foi cobrado. A copa das copas, como diz essa “presidenta”, não é uma copa para o povão que tinha um sonho quase utópico de sediar esse evento um dia aqui no nosso maravilhoso Brasil mas, a copa das elites “globais” e petistas que na sua maioria, não pagou pelo ingresso por ser convidado vip. Quem sabe se tivessem colocado nas arquibancadas os verdadeiros donos do evento, essa idiotizada e podre “presidenta”, não teria sido aplaudida “de pé” pelo povo que ela diz que tanto fez? Quem sabe se os portões estivessem sido abertos para seus legítimos merecedores, essa babaca não teria saído de lá, carregada em triunfo por seus “amados beneficiários” no lugar de um Neimar qualquer? Lá estavam, meu querido jornalista, o “povo” que realmente foi o grande beneficiado não só pelo governo dela como de seus comparsas Lula, Fernando Henrique, Collor, Sarney, etc., etc., etc.! Eu não sou elite, não tenho grana, não tenho dentes, não tenho assistência médica e, apesar de ter um pouquinho de educação, se lá estivesse, tenha certeza que vocês iriam ouvir minha voz onde é que estivessem por que aquele é o grito que sairia, não da minha boca mas, do fundo do meu coração! Em tempo; sempre que tive a insanidade de votar, o fiz no Lula e seus “companheiros” acreditando que esses porras eram nossa última esperança de ter um país sem miséria, sem fome, sem ignorância, em que pudéssemos sentir orgulho de ser brasileiro!

    • 14/06/2014 at 22:41

      Caico, “cu” não tem acento. Conseguindo corrigir essas pequenas coisas, já melhora bem. Depois pense no resto.

  4. Carlos Bengio Neto
    14/06/2014 at 00:48

    Hehe, o fato das vaias e dos xingamentos terem sido proferidas por um setor conservador pouco deveria importar para nós! Se nós que estávamos fora dos estádios nos identificamos com aquelas vaias, então elas, as vaias, possuem representatividade. Aquelas pessoas de classe média, vaiando, faziam o NOSSO jogo independente dos ódios pessoais.

    • 14/06/2014 at 11:12

      Carlos, não tenho ódio pela presidente. As vaias não me representam. Representam você.

    • Carlos Bengio Neto
      14/06/2014 at 12:48

      Sim me representam sim, aliás ela foi eleita com o meu voto. Devo estar até mais indignado que as pessoas do estádio que provavelmente não votaram nela.

    • 14/06/2014 at 13:13

      Vá em frente. Mas não conte comigo. Eu não tenho partido ou paixões políticas.

    • Marco
      14/06/2014 at 17:58

      Não sou paulista mas me representam.

      Saia um pouco dos seus livros e leia um pouco mais de atualidades.

      Comece por mensalão.

      Petrobras

      Lei Geral da copa (tópico aposentadoria de jogadores que nunca contribuiram com a Previdência + prêmio de 100 mil)

      Que base aliada barrou a diminuição da maioridade penal?

      185 milhões de reais foram gastos só naquela abertura tosca e fora os elefantes brancos em áreas que não possuem a menor tradição futebolística

    • 14/06/2014 at 22:42

      Marco, antes de passar lição, faça seu dever de casa. Você ainda está aquém de entender artigos simples. Depois, entre pelos livros. Livro faz bem e diz do passado e do presente, mais que o jornal que você tanto gosta para se achar culto tornando um “pseudo”.

  5. Bruno
    13/06/2014 at 17:33

    Caro Paulo,

    O que você tem contra o uso da noção de classe? Recomendo que leia Bourdieu – até o começo dos anos 80 ele não era um doidão.
    Sobre classe: seu uso analítico, para denotar características em comum de um grupo de pessoas, é aceitável. Penso que você cresceu em um meio acadêmico repleto de marxistas, que tinham uma noção metafísica do termo. É isso?

    Abraço.

    • 13/06/2014 at 17:42

      Bruno, Bourdieu nunca foi um doidão. Sobre o resto: não, não é isso. Não tenho como explicar para você um texto simples. Em textos como este, meio jornalísticos, se há desconforto, tente pegar o fio da meada lendo os livros do autor. Claro, se isso for do seu interesse.

  6. MARCELO CIOTI
    13/06/2014 at 11:08

    Paulo,leu hoje no Painel do
    Leitor da Folha,uma leitora
    de Curitiba dizendo que
    quem é contra o Pronatec
    é um alienado.Essa
    senhora tá pedindo pra
    levar umas porradas na
    cara,com certeza.

    • MARCELO CIOTI
      16/06/2014 at 10:54

      DÁ-LHE ARGENTINA!!!!!!!!!!!!!!!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *