Go to ...

on YouTubeRSS Feed

21/10/2018

Jesus sob tentação – a verdade


Mini-estória

Jesus foi ao deserto para meditar. Queria pensar na vida. Estava naquela dúvida de jovem, se casava ou fundava uma religião. E realmente ficou lá solitário, jejuando.

Bem, jejum é uma coisa dos diabos, não é? Quem faz regime sabe disso. E de fato, se jejum é coisa dos diabos, não tardou para que o próprio aparecesse para Jesus. E o que o Tinhoso faz além de exalar enxofre? Tenta! Ela tenta outros. Ele oferece aquilo que é do desejo das pessoas, ou que pode ser. Então, se a pessoa realmente quer algo, ele mostra que pode lhe dar, mas solicita a troca fatal: o desejo é realizado, mas a subserviência ao Senhor das Trevas deve ser concedida. Assim foi feito com Jesus.

O Diabo surgiu do nada, com cara de quem “estou aqui para lhe ajudar”! E começou pelo mais óbvio. Jesus estava longe de casa, o melhor seria sair dali com algum carro.

O Diabo lhe ofereceu um automóvel, mas Jesus quebrou as suas pernas ao dizer que não sabia dirigir e nem tinha paciência para aprender. O Tinhoso insistiu, mas Jesus rechaçou argumentando que teria de pagar IPVA. Convenceu o Capeta que, então, lhe ofereceu uma “casa ostentação, isto é, uma grande casa com piscina. Jesus riu e lhe disse que não iria se comprometer em ter de contratar seguranças para uma casa grande, muito menos queria dar manutenção para bomba de limpeza da piscina. Além disso, não estava nem um pouco a fim de aguentar churrasco de fim de semana com parentes. Piscina em casa só atrai cunhado! O Diabo  viu que Jesus tinha razão. Tentou-o com um emprego público numa estatal famosa, com salário alto. Jesus deu uma de Bartleby: “melhor não!” Um emprego em uma estatal iria transformá-lo fatalmente em um corrupto e, logo, em presidiário. O Diabo pensou bem e concordou. Disse a Jesus que poderia lhe dar férias eternas, com viagens ao redor do mundo, em navios com shows especiais. Jesus caiu fora mais que depressa, imaginando que um dos shows em alto mar podia ser aqueles de Roberto Carlos – afinal nunca se pode saber que tipo de companhia o Diabo contrataria! O Diabo voltou à carga e, enfim, apelou: ofereceu mulher. Jesus não quis. O Diabo trouxe para ele não uma, mas várias mulheres, de etnias diferentes, e Jesus declinou. O Diabo trouxe mais mulheres ainda, e Jesus lhe disse, “meu Caro, eu sou gay – e ortodoxo!”

O Diabo sentou, desanimado. Pela primeira vez iria ser derrotado.

O Grande Capeta estava prestes a desistir quando, enfim, lhe veio uma ideia. Uma ideia dos demônios! Realmente e finalmente uma ideia má! Chantageou Jesus. “Vou lhe oferecer uma última coisa, Jesus”. “Posso lhe dar algo valioso, por exemplo, presenteá-lo com o meu silêncio, diante do seu pai, a respeito do fato de você ser gay, como confessou”. Jesus então deu sonora gargalhada, respondeu: “Meu amigo Demo, você acha que Deus já não sabe? Afinal se sou filho dele, filho de Deus, como eu poderia não ser gay?” Você não tem escutado por aí que “Gay também é filho de Deus”?

O Diabo foi embora, com um segredo de Polichinelo entre as pernas!

Paulo Ghiraldelli Jr., 60, filósofo.

Tags: , , ,

9 Responses “Jesus sob tentação – a verdade”

  1. Matheus
    09/06/2018 at 15:18

    Na real, acho que Jesus é tudo isso e muito mais, poxa ele é filho de deus!

    gay, sarado, artista, gostoso, brincalhão e muito inteligente pra começar hahah, e seria heterossexual tbm, se quisesse

  2. Eva ruralesca
    08/06/2018 at 15:05

    E Bolsonaro nessa história? Também é filho de Deus? Aquela praga se acha o Messias, mas como tenho um bom senso estético e não sou boba nem nada acredito no Messias Barros…um caricaturista sarado que fica na feira dos nordestinos fazendo ao vivo seu trabalho. É isso mesmo, Deus é simples, sarado, artista, gay e gostoso. Mas a turma do Bolsonaro não tem capacidade mental para entender isso.

    Abraços Paulinho

  3. Eva da Rural
    08/06/2018 at 15:03

    E Bolsonaro nessa história? Também é filho de Deus? Aquela praga se acha o Messias, mas como tenho um bom senso estético e não sou boba nem nada acredito no Messias Barros…um caricaturista sarado que fica na feira dos nordestinos fazendo ao vivo seu trabalho. É isso mesmo, Deus é simples, sarado, artista, gay e gostoso. Mas a turma do Bolsonaro não tem capacidade mental para entender isso.

    Abraços Paulinho

  4. Rebeca
    08/06/2018 at 12:39

    Se esse Daniel não entendeu o texto do professor ele também não sabe ler a Bíblia… Ai, ai, que vida difícil.

    • 09/06/2018 at 12:48

      Rebeca! Eu deixei o comentário do Daniel aí para a gente poder rir.

  5. Daniel Pino
    07/06/2018 at 21:17

    Escreve “estória” em vez de história, que é o termo correto, e quem não sabe português sou eu? De resto, sim, é claro que eu sou filho do
    bolsonaro e pensava que havia automóveis nos tempos de Jesus e etc., e é claro que ficção não tem de ter nenhum resquício de realidade, deve ser por isso que os personagens de Machado são alados…

    • 08/06/2018 at 02:55

      Daniel, você é tão burro que não viu que disse “recuperei” a palavra “estória”. Ela existia, para que gente energúmena como você pudesse, antecipadamente, saber o que era um conto piadístico. Daniel, sinceramente, depois dessa sua última manifestação, só resta de matar. Pois está passando vergonha e não sabe.

  6. Daniel Pino
    07/06/2018 at 20:27

    Muito esdrúxulo esse texto. Em primeiro lugar, Jesus não fundou nem pensou em fundar nenhuma religião. Jesus pregou o Evangelho. Também nada tinha de gay, porém por mais viril que fosse jamais cederia a tentações relativas às mulheres: em cada uma delas via uma irmã. Além disso adoraria Roberto Carlos, que lhe dedica tantas músicas lindas, em especial “O homem”. E por último, se gay fosse, estaria muito mais próximo de ser tentado, tal como Paulo, o Apóstolo sofria o espinho na carne perante um belo efebo.

    • 07/06/2018 at 20:38

      Daniel, eu sei que é burro, que não entende piada, mas o pior mesmo é não saber o português. Para tentar evitar um energúmeno como você, eu recuperei a palavra “estória”, pondo no início do texto: “mini-estória”. Mas não adianta, gente energúmena como você, que deve ser um tipo de filho do Bolsonaro ou coisa assim, reaparece saído de bueiros.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *