Go to ...

on YouTubeRSS Feed

13/11/2019

Rede Globo e liberdade de imprensa


REDE GLOBO. A ESQUERDA FAZ um encontro em um diretório estudantil e, como foi um pouco mais de gente que o costumeiro, reclama da Globo porque não passou durante duas horas no Jornal Nacional.

Por sua vez, a direita faz uma passeata com Lobão e este reclama que a Globo não foi cobri-lo durante as quatro horas que ficou gritando por ditadura militar. É isso. Só QUEM É bem estúpido para dar atenção para quem reclama da Globo por meio de jargões dos anos 60.

A Globo é uma empresa de comunicações. Complexa. Esse tipo de empresa (no mundo todo) não se move pelos interesses de grupos aleatoriamente, mas pelo seu interesse de sobrevivência por meio de três elementos: credibilidade diante de grande público, capacidade de venda de seus horários, boa gestão financeira (no Brasil, um quarto elemento central: ajuda estatal). Isso não é coadunável sempre com interesses de partidecos e grupelhos.

As discussões sobre liberdade de imprensa são mais complexas que grupelhos de direita e esquerda, e jornalistas marrons, podem entender.

Paulo Ghiraldelli, filósofo

Tags: , , ,

4 Responses “Rede Globo e liberdade de imprensa”

  1. Neo Morpheus
    05/09/2015 at 00:15

    Não precisa de jargoes dos anos 60 para perceber que a globo não tem compromisso com a realidade das noticias, sempre maquiando e distorcendo as noticias aos seus interesses seja patrocinado por quem for , esquerda, direita ou estrangeiros, geralmente Multinacionais Capitalistas que precisam estampar sua Marca a todo instante e lucrar milhoes de dolares com o bolso brasileiro “realmente” desvalorizado. e o interesse em manter um publico fiel às suas ideologias de “entretenimento raso” sem conteúdo para não facilitar o pensamento crítico de seus telespectadores, focando nos instintos mais básicos do ser humano tirando o seu discernimento perante o conteúdo visualizado, geralmente se encontra em abundância: sensualidade, beleza, riqueza, poder, intrigas cotidianas , “futebol da massa” e ostentação. Mas não verás análise realista e crítica ou outras visões dos fatos em nenhum de seus programas, por que “pensar” não aumenta audiência.

    • 06/09/2015 at 00:09

      Eu não escrevo para gente cabeça dura como você, só para inteligentes. Não venha mais no meu blog.

  2. roberto quintas
    31/08/2015 at 13:39

    a Globo é uma empresa que, no caso, seu produto é a noticia. esqueçam os nobres ideais do jornalismo, da imprensa, da cultura. noticia é um produto comercial.

    • 31/08/2015 at 14:39

      Roberto a Globo não é uma “Press”, é uma indústria de entretenimento. Cabe nela sim jornalismo sério. E ela sabe fazer isso.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *