Go to ...

Paulo Ghiraldelli on YouTubeRSS Feed

23/03/2017

O que é homossexual?


O homossexual tem o direito de ser respeitado. O hétero nunca. Pois hétero não existe. Talvez como identidade ele exista, como existe a identidade gay. Como canalização única de desejos, jamais. Só gay no armário fica falando “sou hétero”.

O homossexual é um cara que faz cocô na cabeça do indivíduo que tenta explicar a condição homossexual. Um cara inteligente deveria explicar a condição heterossexual, esta sim é uma coisa estranha.

Desejos homossexuais todos nós temos. Alguns só em sonho, de tão reprimidos que são. Dizemos que não tivemos sonhos homossexuais, mas temos sim.

Gay é alegre. Isso é gay, antes de tudo. Homossexual, bicha, boiola e por aí vai. É tudo veado. Sim, mas só o veadinho mesmo, bem bichinha, é que reclama quando se diz um nome e outro ao leu. Após 15 anos de parada gay, o gay tem orgulho e não fica mais se apegando à terminologia. O pejorativo é visto, sim, mas estudado caso a caso para o gay não ressentido. O pejorativo existe, obviamente, mas ele não precisa ser tomado sem que se analise o contexto.

Os gays morrem por serem gays. Os não-gays não morrem por serem não gays, e isso é que, em parte, cria a porta aberta para o gay entrar para a “condição de minoria”, e isso é que faz tal minoria ter o direito de leis contra homofobia.

“Homofobia” não é uma palavra que o gay deva aplicar para quem o chama de veado. Cada johntravoltanamoradocaso é um caso e cada situação é uma situação. O gay que se aproveita da sociedade, que agora olha para a homofobia como um erro, para então exercer vingancinhas particulares contra inimigos ou contra tudo que não gosta no mundo, deveria repensar sua vida. Está agindo mal.

O orgulho gay é o orgulho de ser o que se é. O orgulho gay um dia não existirá mais, ninguém saberá o que foi. O orgulho gay é antes de tudo a conquista de poder ser afeminado como gay ou não. As padronizações exteriores caíram por terra. Ninguém tem “jeito de gay” como ninguém tem “jeito de hétero”. Falamos “nossa, que coisa gay!” ou então “que viadagem!” em sentidos diversos, múltiplos. A semântica do movimento gay conseguiu se alterar e transformar o que era uma raça que só era vista fazendo sexo como  um grupo que agora faz sexo com amor. Quer vitória maior que essa?

É duro ter um filho gay? Só quando o pai, que se vê como famoso macho, passa a achar que vão desconfiar de seu espermatozoide e então vão acusa-lo de gay. Esse pai é gay, só não assume porque já comeu muita mulher, errando, errando e errando.

Gay é um animal. Veado é um animal, e gay. Ninguém é gay porque quer, mas a identidade social gay, sim, deve-se querer. Quem diz que respeita gay, mas não gosta da “bicha com chiliques”, não entende nada de gay e no fundo tem ódio de si mesmo, por que é gay. A batalha mais dura da vida de um gay é a batalha do gay contra si mesmo – ainda! Ainda é… Não é fácil livrar-se do que é por muito tempo foi amaldiçoado.

Lésbica é uma coisa, homossexual masculino ou gay é outra. Às vezes coloca-se tudo sob a mesma semântica, mas o fato é que o lesbianismo é mais aceito. Isso muda tudo. Homem não tem ciúmes da mulher que come sua mulher. Ele acha que com seu pauzão pode comer as duas e “domar” a lésbica. Perde sempre, e ainda assim não se sente derrotado.

Paulo Ghiraldelli, 57, filósofo.

Tags: , , ,

16 Responses “O que é homossexual?”

  1. Nathacha
    10/12/2015 at 10:32

    Paulo, ser bisexual é pecado? Deus permite ou não permite? Acho que sou bi, quer dizer…sinto atraçães pelos dois sexos, e tipo, tenho muito medo disso ser pecado, mais acho que se é amor, por que seria pecado? Por que Deus não aceitaria isso?

    • 10/12/2015 at 10:40

      Nathacha não tenho ouvido de Deus, ultimamente, nada sobre viadagem, mas eu pressinto fortemente que, nos dias de hoje, Deus pode lhe dar mais que boas vindas, pode lhe dizer: seja bi ou tri etc. Afinal, o Brasil é tetra!

  2. Luís Carlos
    18/09/2015 at 18:59

    Excelente texto. Infelizmente nem todos entenderão, o que é uma pena.

  3. Heron Daiko
    28/03/2014 at 22:20

    O que homossexuais tem como respeito? Particularmente mudar toda uma humanidade onde existe Pai e Mãe, para um mundo onde para estes, que se acham desrespeitados o fim almejado.. Exemplo, não queremos mais que exista o dia dos Pais, pois um casal homossexual que adote um filho, que frequentará a escola ficará em dúvida pra quem dar o presente? Existe e sempre existirá diferença entre homem e mulher, isso sim deve sempre ser respeitado antes de tudo!

    • 28/03/2014 at 22:29

      Heron, você pode aprender mais coisas, não precisa viver assim, com tanta bobagem e ignorância na cabeça. Sinceramente, cara, tente. Vale a pena não passar uma vida achando que essas tolices que pensam são verdade.

  4. André
    14/03/2014 at 13:10

    PAULO COMO LIDAR COM AS SITUAÇÕES QUE OCORREM NA RÚSSIA E EM UGANDA? EM AMBOS OS GAYS SÃO TRATADOS COMO ABERRAÇÕES.

    • 14/03/2014 at 17:09

      São casos bem diferentes. No caso da Rússia, há uma tolerância da lei. No caso da Uganda, nenhuma. Vai ser necessário um ação do tipo da contra o Apartheid.

  5. Diego Michel
    13/03/2014 at 14:16

    Paulo, interpretar a questão do hétero, não como construção imagética social, mas como único objeto sexual, sob o prisma do “mito dos andróginos” exposto por Aristófanes, pode ajudar a reforça uma ideia de pluralidade de objetos sexuais. Concorda?

    Essa ideia me apetece. Uma visão unilateral das situações é sempre um esconderijo de ideias nocivos.

  6. MARCELO CIOTI
    12/03/2014 at 13:42

    Sorte que aquele amigo gay do
    Snowden não foi com ele pra Russia.
    Lá,Putin persegue os gays como
    Hitler perseguia os judeus.Tudo,
    sempre em nome dos valores
    cristãos e da família,claro.

  7. Alberto
    12/03/2014 at 08:05

    Paulo, massa o texto cara, massa.
    Vou contar uma história que talvez tu já tenhas conhecimento, dado que compartilhei no face.
    Minha filha de 16 anos falou para mim assustada que na escola dela só tinha gay, ela estava doida pra namorar. Eu disse a ela que metade dos homens é gay e a outra metade não sabe que são gays. Ela perguntou onde eu me enquadro, eu disse a ela que não sou homem. Ela quase morre de tanto sorrir.
    Faltou o termo baitola no texto, algo que usa no nordeste quando quer ofender um homem, somente os machões se irritam, dado que são gays.
    Gay é um estado de espírito.

    • Roberto
      15/03/2014 at 16:41

      Bem, você disse para sua filha que não é homem, e ela riu. Bem, então o que você é? Agora, temos de ter vergonha por gostar de mulher? Eu bem que tenho fantasias com homens, mas, quando me aproximo de um, não tenho desejo nem de tocá-lo. Ao passo que, ao ver uma mulher… E agora, tenho de me envergonhar por isto? E o dia em que não haverá mais o orgulho gay, haverá a Marcha Hétero. Imaginar que não é como imaginar que o operário Lula governaria o país com igualdade para todos e sem mensalão.
      Como o mundo seria hoje se Pitágoras tivesse um aluno tão inteligente quanto Sócrates teve?

    • 16/03/2014 at 18:08

      Roberto, interne-se, não há nenhum parafuso na sua cabeça. Tá tudo solto.

  8. Alexandre Magno
    12/03/2014 at 00:10

    Será que demorará muito tempo para o mundo respeitar o homossexual?

  9. Lucas
    11/03/2014 at 18:26

    Sabia que voce era gay Paulo!

    • 11/03/2014 at 20:02

      Lucas, agora você já pode ter tempo para tentar, então, terminar o ensino fundamental. Tente. Sua mãe vai ficar feliz.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

About Paulo Ghiraldelli

Filósofo