Go to ...

Paulo Ghiraldelli on YouTubeRSS Feed

28/04/2017

Lula comanda a cabecinha de um Safatle e suas dondocas


Durante anos a esquerda brasileira, quase unanimemente, não admitiu a existência de uma esquerda nos Estados Unidos. Quando muito, colhia aqui e ali algumas frases de Chomsky, que pouco tem a ver com a esquerda democrática americana. Penei para convencer alguns de meus colegas de universidade a lerem Rorty. E eles, mesmo os que já haviam lido Rawls, fingiam que este não era americano. Colegas, ah colegas – que sina a minha! Alguns desinformados e outros espertalhões. É a Universidade …

Agora, como Sanders tem chances de ser candidato dos Democratas, num regime completamente fora da Guerra Fria terminada em 1989, os brasileiros de esquerda estão hesitantes. Querem falar de Sanders, mas ficam temerosos. De onde ele surgiu, agora velho, se não existia esquerda? Se falarem de Sanders, terão de admitir que sempre existiu uma esquerda liberal americana, exatamente porque o termo “liberal”, nos Estados Unidos, pode sim ser social-democrata  e até mesmo um social-democrata com leitura marxista. Americanos não trabalham com a ideia de democracia liberal como um regime político, mas como forma de vida social. Qualquer que seja o conteúdo da política, este precisa estar assentado nas regras da conversação contínua, livre, exaustiva, da prática da democracia liberal. Por isso, os americanos de esquerda, mesmo quando são socialistas, mesmo quando elogiam algum aspecto social de Cuba, estão longe de querer viver a liberdade plena, aquela sem a qual não haveria o que movimenta o único país do mundo que faz prévias acirradas em seus partidos, sem defecções posteriores.

No Brasil o quadro é diferente. Notem o Safatle, colunista da Folha, que diz que se fosse americano votaria em Sanders. Ele votaria mesmo? Mas como, se ao mesmo tempo ele diz que quem fala em defesa de ditadura no Brasil, quem elogia a ditadura militar ou pede sua volta, deveria ser criminalizado? Como ele votaria em Sanders se este é exatamente o homem que, por ser de esquerda, não defende a criminalização da opinião? Ou seja, quem comanda a cabeça de Safatle continua sendo o lulismo, a nova esquerda que ficou dominada pela velha esquerda, a dos Partidos Comunistas. Trata-se de uma esquerda de cunho estalinista protegida pelo populismo de Lula com seus traços autoritários de sempre. Essa gente não muda. Faz que muda, mas não muda. Não pode mudar porque nunca lê algo diferente a sério, nunca conversa em ideias preconcebidas. Tudo abordam pelo mesmo esquema mental.

Esse exemplo de Safatle é bom porque é o exemplo da alienação completa. O rapaz fala coisas incompatíveis. Exatamente como o PT de Lula. Lula fala em democracia, mas há prévias no PT? Quando? Lula é o eterno candidato e escolhe do bolso do colete outros, para todo tipo de cargo. Nomeia todo mundo. Só que na hora das responsabilidades, diz que foram outros os que indicaram e que ele apenas “acolheu a decisão”. Nunca nem casa tem, vive de favores, o coitado. Funciona no esquema mais bárbaro do populismo: é rico e poderoso, é experiente, e logo depois, quando interessa, é sem-teto, é metalúrgico que perdeu dedo e tem esposa que é ex-empregada doméstica – tadinha! Esse populismo é a capa de uma esquerda autoritária, anti-americana e, agora, completamente corrupta. Ela vive entre os meios universitários exatamente porque reproduz uma virose de entorpecimento nos cérebros de gente igual ao Safatle. E olha que tem esse tipo a dar com pau nas escolas. Esse tipo, inclusive, gera o oposto, o jovem de direita. Esses opostos às vezes não diferem em práticas. Formam patrulhas. Adoram falar “eu vou te processar”.

Sair dessa situação de encontrar Lulas comandando Safatles e Safatles dando guarida para a mentalidade lulo-petista por aí, no PT ou fora dele, é o grande desafio de toda a esquerda da América Latina. Talvez um desafio impossível de ser vencido. Mas, não há outra saída senão tentar vencê-lo. Esse tipo de autoritarismo vinculado à degeneração dos neurônios segue um ímpeto parecido com a doença de Bolsonaro, às vezes com o sinal trocado.

Paulo Ghiraldelli Jr., 58, filósofo.

Tags: , , , , , , ,

17 Responses “Lula comanda a cabecinha de um Safatle e suas dondocas”

  1. José Roberto
    18/03/2016 at 11:52

    Sou ex-petista, votava 13 de ponta a ponta em todas as eleições desde 89 até a eleição do Lula. Chorei de alegria com a vitória dele mas hoje lamento ter participado daquilo…me considero independente pois não vejo esquerda coerente no Brasil, complicado ficar votando nulo e branco mas não vejo outra saida…obrigado pelos ótimos textos, lucidos e corajosos.

  2. Thiago Henrique
    12/03/2016 at 15:47

    Espero q a CIA nao assassine o Lula ate 2018. Pois desse jeito o Sergio Moro nao consegue ressuscitar

  3. Valmi Pessanha Pacheco
    12/03/2016 at 11:47

    Paulo
    Talvez o mais adequado ministério cogitado para “il capo” seja o da Pesca e Aquicultura porque ele já tem um lago, dois pedalinhos e, a exemplo de todo pescador, só fala verdades insofismáveis e conta proezas irrefutáveis.
    Abraços
    Valmi.

    • 12/03/2016 at 12:32

      Valmi, pois é, mas para ele qualquer ministério serve, e a situação dos ministérios, então, é propícia para ele.

    • LMC
      14/03/2016 at 10:49

      Valmi,a Dilma fechou o Ministério
      da Pesca,ano passado.

  4. Fábio
    11/03/2016 at 22:03

    Professor:
    Depois que ocorreu essa barbaridade aberrantemente corrupta que envolve a esquerda brasileira, depois da estúpida defesa de Lula por vários senadores (da esquerda) e deputados federais (da esquerda), depois de todas essas manifestações de mentes impregnadas de morfina, como alguém dará crédito para um novo candidato da esquerda? O lulismo corrupto nao esfacela com todo o projeto? Já há o lema “boicote aos candidatos do PT” nas redes sociais. O que o senhor acha?

    • 11/03/2016 at 23:15

      Fábio, eis o problema, você já está procurando um “candidato de esquerda”. Ou seja, está querendo um chefe.

    • Fábio
      14/03/2016 at 15:28

      A minha pergunta foi sobre o futuro da esquerda somente e não se algum candidato de esquerdista resiste ao que aconteceu no intuito de pleitear um cargo. Acho que o impacto do que fizeram foi tão avassalador que acabou até para um “projeto de esquerda”. Professor nao votei na Dilma. Parabéns pelos livros.

    • 14/03/2016 at 15:39

      Fábio, não porque essa questão é objetiva, os problemas recortados por uma esquerda de modo maior, ampliado, reaparecem, olha aí o Sanders. Obrigado por ler minhas coisas.

  5. Silvia Oliveira
    11/03/2016 at 21:05

    Não é a primeira vez que vc se refere a esposa de Lula como ex doméstica, cinismo? ironia? Até aceito filósofo neoliberal, mas essa desatualização de conteúdo é o quê? Marisa é ex primeira dama. Vc fala com deboche, ofende e desrespeita todas as mulheres. Vai para o divã, procura um analista. Isso não é papel de filósofo.

    • 11/03/2016 at 21:36

      Sílvia percebeu como você tem preconceito contra doméstica? Não? E mais: não percebeu que Lula é que fala isso, e usa disso? E percebeu que petista é um animal que só sabe falar a mesma coisa que a direita?

  6. Armando
    11/03/2016 at 15:20

    A defesa do nazismo é proibida pela constituição brasileira, do mesmo modo acho que o Safatle está certo em proibir a defesa da ditadura militar brasileira.

    Não podemos admitir que pessoas ataquem assim os direitos humanos. Ainda hoje temos muitos problemas de direitos humanos no Brasil, pessoas que são mortas sem direito a defesa, abusos de autoridade, investigações ilegais, perseguidas, etc. Estamos criando um Estado de exceção, é preciso agora destruir o ovo da serpente. Proibir mesmo o fascismo.

    • 11/03/2016 at 16:37

      Armando, sua cabeça é igualzinha a dos homens da ditadura milita, igualzinha. Primeiro: a ditadura militar no Brasil não foi nazista, segundo, crime se pune quando ele é feito; se alguém sai na rua defendendo uma ditadura e vai preso, então, o Brasil todo vai para a cadeia, pois ideias ditatoriais todos nós professamos de mil maneiras.Ninguém pode ser preso por criticar a democracia. Acabaríamos por prender … Platão! Sabe Armando, eu entendo você porque eu entendo alguém dominado. É seu caso.

  7. LMC
    11/03/2016 at 14:33

    PG,a coluna do Safatle na Folha
    onde ele escreveu que,se fosse
    americano,votaria no Sanders
    saiu na edição do dia 4/3/2016.
    Na coluna de hoje,dia 11,ele
    escreveu que a justiça
    só está preocupada em
    pegar o PT e deixar o PSDB
    de lado.Coisas de Safatle.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

About Paulo Ghiraldelli

Filósofo