Go to ...

Paulo Ghiraldelli on YouTubeRSS Feed

20/09/2017

Karl Marx apoiaria Escola Sem Partido


AINDA SOBRE ESCOLA SEM PARTIDO.

KARL MARX: “Matérias que admitem uma interpretação de partido ou classe, que, como a economia política ou a religião, ‘admitem conclusões diferente’, não devem ter espaço em escola alguma. Na escola deve-se ensinar matérias tais como ciências naturais e gramática, que ‘não variam ao ser ensinadas por um crente ou por um livre-pensador'”. (essa proposta Marx deixou explícita nos debates da I Internacional). (1)

Como se vê, Marx era adepto, diferente de mim, à Escola Sem Partido. Ele não achava uma proposta de Escola Sem Partido uma bobagem. Mas isso, os palestrantes de hoje, não conseguem refletir sobre. Sabem só rechaçar fazendo biquinho e gemendo dogmas.

Paulo Ghiraldelli, 58, filósofo

(1) Pode-se consultar: Marx e a pedagogia moderna, de Mario Manacorda.

Tags: , ,

13 Responses “Karl Marx apoiaria Escola Sem Partido”

  1. Danilo Marques
    24/02/2017 at 01:44

    Ops! Desculpe-me! Há um “positivismo latente” no pensamento de Marx, melhor dizendo. Troquei os nomes dos dois filósofos.

  2. Danilo Marques
    23/02/2017 at 10:32

    Além de Marx, Comte, de maneira implícita, também era, em sua volumosa obra, adepto de uma “escola sem partido”, “neutra”, livre de conflitos e disputas, como deveriam ser todas as ciências humanas e a própria filosofiaque, por seu turno, deveria ser “positiva”, isto é, acrítica, o inverso da filosofia “negativa”, crítica e contestadora, que foi a filosofia iluminista do século XVIII, da qual o positivismo de Comte foi tributário, mas ao mesmo tempo, seu adversário, sobretudo na fase mais reacionária do pensamento comteano, com a sua “Religião da Humanidade”. E ainda quem diga que há um “positivismo latente” no pensamento de Comte, contemporâneo de Marx, por mais contraditório que isso possa nos parecer.

  3. LUIZA GOMES
    20/07/2016 at 01:46

    AS ESCOLAS NO BRASIL SEMPRE FORAM SEM PARTIDO. CRESCI E ME FORMEI NELAS E MEUS PROFESSORES TANTO ERAM DE DIREITA COMO DE ESQUERDA ATIVISTA, ISTO EM PLENA DITADURA. AS PESSOAS AGEM COMO A HISTÓRIA SÓ TIVESSE TIDO INÍCIO A PARTIR DE SEU PRÓPRIO NASCIMENTO. ESCOLA PARTIDÁRIA TEM EXATAMENTE 14 ANOS, ANTES DISSO, PROFESSORES ENSINAVAM SEUS CONTEÚDOS SEM CELEUMAS, NINGUÉM FAZIA DRAMA QDO ERA SACANEADO PELOS COLEGAS, HAVIA RESPEITO E NÃO TINHA TANTO MIMIMI E TANTA SENSIBILIDADE, TODOS CRESCIAM COM MENOS Q SE TEM HJ, MAS ÉRAMOS MUITO MAIS FELIZES. PROFESSORES ERAM MAIS RESPEITADOS E ALUNOS ERAM MENOS DRAMÁTICOS, SÓ ISSO!!!

    • 20/07/2016 at 01:59

      Luiza, há razão nisso que você diz. Mas veja: https://youtu.be/bn0csu0BfD8

    • 21/07/2016 at 21:28

      Kkkkkk…. De quais escolas você está falando??? Pois o que mais tem em nosso país, é professor militante, querendo impor aos seus alunos, suas ideologias e modelos de mundo, nas quais acreditam.
      Não seja hipócrita cara.

    • 21/07/2016 at 22:42

      Paulo Costa eu escrevo para pessoas inteligentes, você não tem que frequentar meu blog. Não é para você.

  4. LMC
    08/07/2016 at 15:18

    PG,quem inventou essa Escola Sem
    Partido(de esquerda,claro)foi um
    advogado metido a rico ressentido
    de SP.Ele teve a idéia quando,um
    dia,sua filha chegou a escola
    dizendo que o professor de
    história comparou Che Guevara a
    São Francisco de Assis.Quando
    até o atual Papa é mais progressista
    que esses metidos a Trump é
    que a coisa está feia,mesmo.

    • 08/07/2016 at 15:26

      LMC como filósofo eu não me importo muito com o projeto – já escrevi sobre ele – mas, o fundamental, é entender como coisas assim possuem respaldo na cultura. Esse é o trabalho do filósofo como crítico dacultura, como fiz com o BBB e outras coisas. Tenho tentado sempre mostrar o sintomas de questões culturais, levar à reflexão, e não ficar condenando ou aplaudindo, como o Karnal fez.

  5. Thiago Carvalho
    08/07/2016 at 14:53

    Quais as vantagens práticas de uma escola sem partido? Penso em algumas, mas sem clara objetividade.

    • 08/07/2016 at 15:03

      A minha conversa é filosófica, é claro que na prática defendo uma escola livre, do modo que está hoje na Constituição.

  6. Thiago Carvalho
    08/07/2016 at 14:51

    Bom texto. Claro, objetivo e sucinto.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *