Go to ...

Paulo Ghiraldelli on YouTubeRSS Feed

28/04/2017

O projeto Escola Sem Partido tem sua utilidade, agora vejo!


O projeto Escola Sem Partido é uma tolice? 

O PROJETO ESCOLA SEM PARTIDO é inconstitucional. Já cansei de falar. Todavia, vejo agora que teve uma grande utilidade. Mostrou mais uma vez que a esquerda brasileira não reflete. Diante da coisa, apenas apareceu querendo votar “contra”, ou porque seus chefetes mandaram ou porque foram os conservadores é que propuseram a coisa. Há gente até fazendo post com o Karnal e outros sabichões, para mostrar “o certo”. Eta esquerda que só sabe fazer isso, ordenar a pensar igual. E quando argumenta, meu Deus, quanta tolice que só dá força para o adversário. Dizem que não há escola sem ideologia, que a escola não pode ser neutra etc. Desconhecem o positivismo do século XIX como uma aspiração (nada fraca) pela objetividade e neutralidade. Desconhecem que até Marx foi por essa via. Desconhecem que a aspiração pela objetividade é completamente legítima na reflexão acadêmica. Não! Acham que ensino é ver um lado e ver o outro lado e “debater”. Confundem ensino com jornalismo barato. Confundem reflexão com disputa ideológica. Confundem ideário com ideologia. Essa esquerda é de uma decadência intelectual tão grande que tem mesmo que se opor algo que o Frota defende.

Artigos para você refletir (para as pessoas poucas que ainda querem refletir):

Karl Marx apoiaria o Escola Sem Partido

Do educador Paulo Freire ao palestrante Karnal: “tudo é político” – isso vale?

Por que não podemos refletir sobre o Escola Sem Partido?

Escola Sem Partido: para além da não-reflexão de Karnal

Tags: , , , , ,

10 Responses “O projeto Escola Sem Partido tem sua utilidade, agora vejo!”

  1. Rodrigo Bonfim
    21/07/2016 at 20:26

    GENERAIS JÁ TEM A PROVA PARA A INTERVENÇÃO MILITAR NO BRASIL, A DOUTRINAÇÃO MARXISTA. veja esse vídeo de 2 minutos:

    https://www.youtube.com/watch?v=Wh3DVl2SdXc

  2. Valmi Pessanha Pacheco
    21/07/2016 at 10:05

    Prof. PAULO
    Diante de tanto chorrilho, só mesmo lembrando os poetas de nosso cancioneiro popular, talvez constante do FEBEAPÁ do saudoso Stanislau Ponte Preta:
    “Você abusou
    Tirou partido de mim.
    Abusou…”

  3. Luís Hnerique
    20/07/2016 at 13:17

    Se não é de esquerda, é fascista, conservador, deseja o sangue dos pobres, negros, mulheres e homossexuais. Pensamento revanchista movido pelo ódio, muitas vezes por não se sentirem incluídos na sociedade ou por amor a um ideário deturpado de sua originalidade e temporalidade, coitado de Marx. É essa esquerda que está perdendo terreno para direita do Frota que dispensa predicados. Se merecem mesmo.

    • 20/07/2016 at 13:24

      Luís parece que no Brasil virou isso mesmo. E não tem volta.

  4. Afonso
    20/07/2016 at 10:49

    Professor, essa matéria foi publicada ontem, no El País Brasil: http://brasil.elpais.com/brasil/2016/07/19/politica/1468885504_449859.html – parece que ‘veremos’ muita coisa ainda…

    • Afonso
      20/07/2016 at 10:50

      Ah! Seus textos sobre o tema sempre são esclarecedores.

  5. Weber Abrahão Júnior
    20/07/2016 at 06:35

    Paulo. Acompanho regularmente suas reflexões. Concordo: a esquerda (que rótulo é esse?) segue bovinamente uma polarização inadequada e respingada de palavras de ordem – imediatismo sem ponderação. Mas aí caímos em simplificações, ou corremos o risco. Me parece que a ponderação de Marx refere-se a “conteúdos” não econômicos e religiosos ensinados nas escolas, pois eles carregam uma carga de subjetividade dos que lecionam. O positivismo, ao projetar uma pretensa neutralidade e objetividade do conhecimento, serve historicamente a interesses não democráticos. E nem no jornalismo existem “dois lados”… Entendo a provocação, e agradeço poder compartilhar dela. Meus alunos também… Em tempo, Escola sem Partido, além de inconstitucional, é uma sandice…

    • 20/07/2016 at 09:21

      Weber: Pretensa neutralidade? Se não for possível uma expectativa de neutralidade, por qualquer via que você chegar à objetividade, ela não existirá. Tampouco a ciência. Você falou falou e endossou o dogma. E pior, não sabe a razão pela qual a proposta pega tanta gente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

About Paulo Ghiraldelli

Filósofo