Go to ...

on YouTubeRSS Feed

21/11/2017

Temer faz o país acordar sorrindo!


Não há o que temer, disse um. E outro respondeu: “é uma cilada Bino”

A carta do Temer para a Dilma é uma peça deprimente. Mas, por conta da sabedoria do destino e por obra dos lapsos que Freud tanto comentou, Temer lançou também uma prévia de seu livro de poesias, anunciado na Folha de S. Paulo. Sim, Temer agora não é homem somente de letras de cartas, mas também é poeta. E eis que fez o país todo relaxar, rir, sorrir e, no meu caso, gargalhar. 

O caso Temer-Dilma nada é  senão uma DR pública. Toda DR é ridícula, em público, então, nem se fale. Mas quando eu chegar na idade deles dois, quero estar com esse fogo todo deles. Que coisa! Quem diria heim?

Mas eles, Temer e Dilma, não deram lição só para experts da arte do amor. Nem vieram apenas para lançar peças ao vento em favor da melhoria do humor nacional. Eles foram além! Deram uma lição a respeito de leitura. Sim, leitura. Os poemas de Temer jamais seriam engraçados, senão para um círculo pequenino de pessoas próximas, se lançados sem a sua obra do dia anterior, ou seja, a sua carta para a Presidente. O Brasil todo tomou conhecimento da carta aberta pela TV, um gesto um tanto tolo. Mas, eis que então o Brasil, no dia seguinte, ou seja, hoje, é brindado nos jornais com os poemas de Temer, que junto com a carta é que explicam tudo. Ler é ler texto e os textos que dão contextos! Vejamos alguns poemas que pode ser pensado como num cenário do seguinte tipo: ambos os personagens da República nus, numa cama qualquer, após um sexo que não chegou ao fim, ou melhor, ao clímax.

EMBARQUE

Embarquei na tua nau
Sem rumo. Eu e tu.
Tu, porque não sabias
Para onde querias ir.
Eu, porque já tomei muitos rumos
Sem chegar a lugar nenhum.

Nunca vi algo tão representativo de uma fase da vida de Dilma e do PT, e ao mesmo tempo algo que ilustra bem, em relação a Temer, não uma fase, mas uma vida. O cômico-trágico e que estamos enredados nessa DR!

Este poema maior abaixo, então, que publico com comentários meus entre parênteses, diz tudo dessa situação que esses dois nos meteram, e de que modo suas personalidades puderam fazer isso que estão fazendo com o nosso país. O poema diz de Temer e, portanto, de como vamos ter de enfrentar o que esses descabeçados produziram. Veja:

Escrever é expor-se. (e como!)
Revelar sua capacidade
Ou incapacidade. (de fato!)
E sua intimidade. (quem diria?!)
Nas linhas e entrelinhas. (nas entrelinhas?)
Não teria sido mais útil silenciar? (claro, seu ridículo!)
Deixar que saibam-te pelo que parece que és? (há há há)
Que desejo é este que te leva a desnudar-te?
A desmascarar-te? (que verbo escolheu heim?)
Que compulsão é esta? (a pior possível)
O que buscas? (a presidência)
Será a incapacidade de fazer coisas úteis? (com certeza!)
Mais objetivas?
É por isso que procuras o subjetivo? (e que subjetivo!)
Para quem a tua mensagem? (para Dilma, mas uma mera DR)
Para ti?
Para outrem?
Não sei. (sabe sim, você disse, para Dilma)
Mais uma que faço sem saber por quê. (Contanto que Cunha saiba, é o que basta para você!)

Nunca uma nação em meio a um caos político conseguiu rir, mas nós, brasileiros, conseguimos. E devemos isso a esse homem do novo stand up nacional, Michel Temer, com a ajuda da presidente. Num país onde os moleques do stand up viraram políticos de partidos e muito chatos, os políticos de partido tiveram que ocupar os seus lugares. Temer arrancou firme na pole position.

Paulo Ghiraldelli, 58, filósofo.

Tags: , , ,

20 Responses “Temer faz o país acordar sorrindo!”

  1. Carlos Magno Barbosa
    09/12/2015 at 08:54

    Isso faz parte da ópera bufa encenada pela oposição.
    Na (quinta) coluna de Mônica Bérgamo “Temer já desenha equipe p/ eventual governo. Segundo aliados, vice conta com nomes como Meireles, Jobim e Serra” (sic).
    Ou seja, a volta da Alca e das privatarias; a Chevron comemora a doação da Petrobráx.
    Obs: a Chevron é aquela que quase provoca uma catástrofe com vazamentos no mar. Qualquer semelhança com a da Vale em Mariana não será mera coincidência.

    • LMC
      09/12/2015 at 12:19

      Carlinhos,aqui é o site do Paulo
      Ghiraldelli,não é do Paulo Henrique
      Amorim.Sai,Capeta!!!!!!!!kkkkkkk

    • Guilherme Picolo
      09/12/2015 at 15:53

      Antes ficasse para a Chevron mesmo, pelo menos o contribuinte brasileiro não seria obrigado a financiar o rombo deixado por esse bando de parasitas que arrebentaram a empresa.

  2. 08/12/2015 at 22:10

    O primeiro-sinistro da nação. Quem diria do marido daquela delicia que ele não tem sentido estético?!!!

  3. ekos
    08/12/2015 at 16:52

    Achava que o Temer estava bem no governo, nao esperava que a situaçao fosse essa descrita na carta. Sera que e um mero oportunismo politico com a situaçao ou a coisa sempre esteve assim tao ruim?

  4. Tony Bocão
    08/12/2015 at 16:20

    Verba volant, scripta manent…

    Eu só gostaria de saber, se o ressentimento da carta, é realmente legítimo, para poder rever Ecce Homo confortavelmente, ou é apenas caso de leitura mal sucedida de Maquiável. De qualquer forma após ler esse texto, passo a pensar que foi escrita de pulso, com paixão, e não em papel timbrado, estéril com corretor ortográfico atuante, e Word licenciado no Jaburu.

    • 08/12/2015 at 19:25

      Tony pouco me importo com isso. Só achei engraçado demais.

    • LMC
      09/12/2015 at 10:19

      Tony,o Temer lembra o
      Joseval Peixoto da Jovem
      Pan que adora citar frases
      em latim só porque se
      formou em Direito como
      o Titio Temer,entendeu?

  5. Esmael Leite da Silva
    08/12/2015 at 16:01

    Michel Temer acaba de entrar na lista dos dez mais da historia, ele é uma mistura mal acabada de Charles-Maurice de Talleyrand-Périgord com general chinês Wang Jingwei, quer devolver o poder as dinastias que assacaram o país durante 500 anos e lutar ao lado das forças internacionais que querem se apoderar do pré-sal, ele detém a a principal caracteristica que marca os dois personagens históricos e é assim que passará para a história, Michel Temer ex vice presidente que se uniu a um psicopata para derrubar uma democracia, perdeu, (Procurar no Google Os Maiores Traidores da História).

    • 08/12/2015 at 19:26

      Não, Esmael, é apenas um comediante que não deu certo. Ou deu! Um poeta! ha ha ha

    • Guilherme Picolo
      08/12/2015 at 20:10

      Parece que as piadas não têm mais fim… a comissão eleita para analisar o impeachment reúne Jair Bolsonaro, Feliciano e Bruno Covas…

    • LMC
      09/12/2015 at 10:17

      E os defensores da Dilma
      Mandioca são Sarney
      Sir Ney,Mangabesteira
      Unger,Emir Dino Sader
      e Guilherme Coxinhoulos…

    • Pondete
      11/12/2015 at 11:51

      LMC, eu não sei qual é pior, Temer ou Dilma. Poderia fazer um remake do Gordo e o Magro !!!!

    • 11/12/2015 at 12:13

      Raul, nem por brincadeira de mau gosto use “pondete”. Virou algo que revira o estômago. Virou sinônimo do que cara que não lê e faz resenha e orelha de livro. Viro nome e sobrenome da farsa e da estupidez.

  6. Guilherme G. Pícolo
    08/12/2015 at 14:56

    Realmente, a coisa vai degringolando a cada dia, provando a máxima de Murphy de que nada é tão ruim que não possa piorar.

    No caso da crise política, a dinâmica dos fatos parece uma trama do “teatro do absurdo”, com seus personagens caricatos e roteiros surreais.

    E Dilma está no Limbo mesmo. Seu nome forte na economia é o office boy de agiota Levy; seu guru é o sábio e erudito Lula; e seu amigo do peito é o sempre leal Temer. Que maré!

    Uma opção à presidentA seria seguir a recomendação do papa e fazer uma romaria por sete igrejas em busca de redenção.

    PS: Achei bem chinfrim a verve literária do vice, vocês não?

  7. Correia
    08/12/2015 at 13:18

    Depois deste plano brilhante —Brilhante sim, muito inteligente. O que não significa que é correto—, essa “Cartinha” Soa como algo infantil. O intuito da carta era causar desconforto a Dilma e o rompimento do PMDB com o governo, além de uma tentativa de conquistar a simpatia da opinião pública. Porém, ao que me parece, foi um tiro no pé, visto que revela toda a trajetória do golpe.
    Com três candidatos na linha de sucessão, o posicionamento do vice-presidente deixa claro qual era o plano desde o início. Primeiramente, qual era o motivo de Cunha romper com o governo tendo vários políticos do PMDB ocupando ministérios, isso já antes da crise atual que ele, cunha, vive após o caso das contas na Suíça? Não ganharia mais unindo-se com o governo antes de chegar nessa situação? Por que alguém que faz parte da base aliada do governo iria querer a queda desse? E o PMDB, por que apoiar Cunha se não tivesse nada a ganhar?
    Resta saber quem arquitetou todo o plano, se Cunha, Temer ou Renan.
    Enquanto isso, a oposição os apoiará, achando que será fácil tirá-los do poder após a queda de Dilma.
    A militância—quem diria, o PT ainda tem—, sem saber a quem atacar, irá culpar o PSDB, que será mero observador do golpe.

    • Altair Silva
      08/12/2015 at 23:20

      Ele acabou.quero ver sair da sepultura que cavou com suas garras.

  8. Jose Ildon
    08/12/2015 at 12:59

    Ri do começo ao fim. Não deu conta do serviço e chutou o balde: escancarou o que acontecia entre as quatro paredes. Coisa de gente grande, só isso.

  9. Matheus Kortz
    08/12/2015 at 12:12

    Nossa paulo, antes msm de ler seu texto eu já tava cascando o bico com a Cartinha, só pra complementar vou copiar o que tinha escrito nas redes sociais

    Temer e Cunha revelam que o PMDB quer sair das sombras, pq há muito governa esse país na surdina, deixando outros partidos tomarem a linha de frente e se queimarem.
    Mas caros, os séculos das luzes já passaram tbm, e aliás, na carreira de vcs não há nada de luminoso.
    A cartinha do temer é uma piada, e como piada, eu só poderia rir do começo ao fim, foi o que fiz, pq a cidadania no brasil é mesmo uma palhaçada

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *