Go to ...

Paulo Ghiraldelli on YouTubeRSS Feed

30/05/2017

Política

A igrejinha da Democracia

Pela primeira vez em nossa história a democracia liberal está se mostrando fraca, incapaz de nos satisfazer minimamente, sem que isso envolva qualquer tendência dissidente do tipo das que ocorreram no pré-II Guerra Mundial, com o nazi-fascismo de um lado e o comunismo de outro, ou ramificações dessas duas correntes. O mundo inteiro está vivendo

“Medíocres do mundo, univos”

O Nacional Socialismo queria uma sociedade hierarquizada, meritocrática e de forte tônus nacionalista. A ideia de democracia na Alemanha era jovem demais. A falta de experiência histórica da prática liberal democrática era um fato, e a bancarrota moral e econômica mais que um fato. Não foi difícil, nessa situação, ver muitas pessoas razoáveis cedendo ao

O imperialismo e o banditismo de Lula

A notícia da Folha de hoje (03/12/2016) não é novidade se pensarmos em termos genéricos, mas é algo sobre o qual vale a pena refletir ao ser tomada no particular. Trata-se da ajuda financeira generosa e completamente ilícita a uma primeira dama de El Salvador, brasileira e velha militante do PT, para uma campanha política

FIDEL MORTO

Fidel durou 90 anos, mais que o socialismo. A URSS durou 87 anos. Cuba socialista? Não, apenas um fazenda com um feitor de mão de ferro.

A sociedade da apatia gerada pelo socialismo

A ideia básica do socialismo é a diminuição da disparidade econômica e social entre os indivíduos. A ideia básica do comunismo é da redução da jornada de trabalho e a eliminação do mercado e, no limite, do estado, liberando o homem para afazeres artísticos, culturais e de lazer. Não são coisas impossíveis de ocorrer, mas,

Falta modelo para o policial brasileiro

O reação mal informada da direita política, e inclusive de má fé, mostra só uma coisa: falta modelo para o policial brasileiro, de modo a mudar também todo a nossa visão sobre as relações entre o policial e seu trabalho. 

Hilary perdeu por defender “gorda lésbica”

Hilary ganhou no voto popular, mas perdeu as eleições. A melhor análise das eleições americanas que li foi a do cientista político Francis Fukuyama (Folha de S. Paulo). Ele anuncia algo como que uma defasagem entre os eleitores americanos e seus grandes partidos. Para ele, o Partido Republicano se tornou um conglomerado de donos de

Como fazer a profecia de Marx dar certo?

Marx historiou, teorizou e profetizou. Infelizmente uma boa parte dos seus leitores nunca quis ler a história e a teoria por elas mesmas, mas só em função da profecia: o capitalismo produziria o socialismo de maneira “natural”, como consequência de contradições internas do próprio capitalismo – e isso começaria pelo “polo mais desenvolvido do capitalismo”.

Sem coxinha o mundo poderia ser pior!

Fernando Holliday é negro e gay, e tem ódio de ser negro e gay. Não entende que ele é uma “cota do Dem”. O Kataguiri é um militante petista invertido. Fica citando “escola austríaca” como Bíblia, igualzinho faz a esquerda estudantil com outros autores que, como o nipônico, também não lê. Esse tipo de gente

Sarandon, Zizek e Brenam: votos das partes pudendas?

Para dizer que não vota em Hilary, Susan Sarandon usa a expressão “não voto com a vagina”. Entendo: se votasse com a vagina, votaria em Hilary, por ela ser mulher? Mas isso significa o quê? Se for um pareamento feminista, estaria errado, mulher é,  para tal pensamento, gênero e não sexo. Então devemos entender a

A República de Sérgio Moro

Moro é um juiz sem juízo. Isso é que se dizia, quando ele começou a ganhar notoriedade ao enfrentar os poderosos. Tudo contava contra ele. Poderia muito bem terminar vítima de um trança-pés ou coisa pior. Mas Moro tem tido uma sorte incrível, ou um anjo da guarda caprichoso. Todavia, prefiro acreditar que o que

A PEC 241 explicada didaticamente

Crise! O Brasil está em crise. O visível da crise é o desemprego. Mas, o que mais significa “crise”, além do visível? Ou seja, no que consiste a crise? Trata-se antes de tudo de crise fiscal. Nosso governo gasta mais que arrecada. Cria-se aí a chamada dívida pública. Como a dívida está grande, os que

A esquerda que não tivemos

Todos sabemos que ser liberal nos Estados Unidos é não ser conservador. Portanto, ao menos lá, para a sorte deles, ser liberal não é incompatível com ser de esquerda. Obama representa a mais autêntica posição liberal americana, na tradição de um Kennedy. Para o Tea Party, interno ao Partido Republicano, ele é visto com um

Trump é antes de tudo uma catástrofe estética

A candidatura Trump não era para valer. O empresário já havia se lançado candidato outras vezes, ocupando um espaço na mídia, que é isso que lhe interessava. Desta vez seria a mesma coisa. Tanto é que Trump apostou no lado abestalhado, fanfarrão e de extrema direita como quem aposta não em ser presidente, mas em

O Sul é o seu país é?

Será que teremos um novo Duque de Caxias pacificando o Brasil? Um chefe militar vindo de Brasília dando lambadas em bundas gaúchas completamente brancas? 24 horas depois, abandonados por paranaenses e catarinenses, os gaúchos então se entregariam como “forças rebeldes” pacificadas e reintegradas ao território nacional. Como punição, o Palácio do Planalto imporia uma pena

A direita venceu e não pode comemorar?

Não há nenhum dúvida que as eleições municipais de domingo último (dia 03/10), na sua maior parte, deu vitórias a candidatos que estão fora do espectro da esquerda. O PT é o grande derrotado do pleito, mas não só. Todavia, o mais curioso é que a direita não pode comemorar muito, se assim o fizer,

Finalmente a democracia admite o rico?

A passagem do século XIX para o XX marcou o aparecimento da democracia liberal de massas. Este tipo de democracia, chamada de democracia moderna, paulatinamente obrigou a todo tipo de candidato, conservador ou não, progressista ou reacionário, a adotar um só discurso a ser proferido: “estamos aqui para sermos votados, e queremos ajudar os trabalhadores

Lula: o buraco negro dos intelectuais de esquerda

Primeiro Lula sugou a política de esquerda, agora, não contente, quer dizimar toda a intelectualidade de esquerda. Enquanto não jogar todo mundo em um grande pasto, para um jantar apocalíptico de grama, não vai sossegar. Há heróis que são autodestrutivos. Hitler quis incendiar Berlin quando o Terceiro Reich acabou. Não suportava a ideia do suicídio

O patrulheiro ideológico em tempos de crise aguda

É a crise! Só pode ser. O dinheiro está curto até para os que têm emprego público, imagina então o professor que não conseguiu se estabelecer numa universidade pública por conta de não ter passado em concurso? Este, fica louco. Precisa arrumar aulas aqui e ali, necessita de público que o convide para palestras. A

Crianças na manifestação – por que não?

Todas as manifestações contra Dilma na avenida Paulista acolheram famílias e crianças. A imprensa dita de esquerda, inclusive internacional, utilizou as imagens de maneira pouco honesta. Ao invés de mostrar o quão pacífica foram as formas usadas por manifestantes e policiais, foi direto para as imagens de donas de casa de classe média alta com

Older Posts›› ‹‹Newer Posts