Go to ...

on YouTubeRSS Feed

16/08/2018

Educação

O emburrecimento seletivo

Artigo publicado na Folha de S. Paulo em 01/08/2018 Em todo e qualquer país há três tipos de pessoas: os cultos, os ignorantes e os semicultos. A anomia é uma ameaça para aqueles lugares em que os semicultos aumentam de maneira desproporcional. Quem são os semicultos? São os sabichões. São os que xingam um juiz

Nossa imagem moderna e seus animais

[Artigo indicado preferencialmente para o público acadêmico] Ser moderno é saber que vivemos o tempo do macaco, da toupeira e do cachorro. São os três animais que abrem os tempos modernos, imortalizados pelas falas de seus pais: Darwin, Marx e Freud. Sabemos que o macaco não é bem o macaco, no caso de Darwin. Ficou-se

Educação sexual é com Paulo Freire

[Artigo para o público em geral] Talvez não exista lugar mais apropriado para a pedagogia de Paulo Freire que no campo da educação sexual. Em todos os outros campos a pedagogia freireana pode ter concorrentes, na educação sexual, ou é ela ou é preferível nenhuma. O princípio básico da pedagogia freireana vem das chamadas “novas

A farsa da interdisciplinaridade e flexibilidade curricular da Reforma Dilma-Temer

[Artigo indicado preferencialmente para o público acadêmico] Há uma bobagem pedagógica correndo o mundo. E o Brasil adora pegar carona nesse tipo de trem. Trata-se da diluição da grade curricular montada pelo positivismo do século XIX. Interdisciplinaridade, transdisciplinaridade, transversalidade e outros nomes gerados por pedagogos descabeçados – sempre ciosos de maquiarem a escola com mais

Pensar (filosoficamente) é errar

[Artigo destinado ao público em geral] Pensar é refutar-se. Quem afirma suas crenças, não pensa. Ou pensa apenas em um sentido restrito do verbo “pensar”, que é o de criar representações. O verdadeiro trabalho do pensamento é o de arrumar estratégias de colocar-se no chão, de perder a razão, de por-se na incômoda posição de

Somos pouco afeitos à matemática. Por quê?

Artigo indicado preferencialmente para o público acadêmico Segundo a Folha de São Paulo, os cotistas vão bem em geral, em notas, mas se dão mal em “Exatas” (Folha, 10/12/2017). Por que cotistas vão mal em “Exatas”? Se saem pior em matemática por uma razão simples: o brasileiro de um modo geral tem uma péssima educação

Só o beijo entre crianças realmente educa

Este artigo é indicado para o público em geral Crianças se abraçam e se beijam. Os pais ensinam as crianças a mandarem beijos, dar beijos, entre elas e em adultos. Depois, quando as crianças entram na escola, ocorre um natural afastamento entre meninos e meninas, um certo comportamento de grupo se institui, e surgem os

A surdez diante da redação do ENEM

Este texto é indicado para o público em geral Todos esperavam algum tema relativo à diversidade. Acertaram: educação do surdo. Mas ao se depararem com o papel em branco, alunos, professores e críticos começaram a gemer. Qual a razão: interpretaram o tema como assunto técnico. Aliás, achavam que só o gay, o negro e a

Proibida a Educação Artística no Brasil

Estamos em uma época estranha, de retrocesso cultural em vários setores. A filosofia e a sociologia estão sendo empurradas para a fora da escola. A educação artística já recebeu seu chute. Mas, nesse caso, foi expulsa da sua própria casa: o museu. Urinada até no calcanhar de medo dos reacionários gritões, a direção do MASP

O desescolarizado aprende pela TV?

Chegamos a pensar, ao menos nos anos setenta, que a escola poderia ser substituída pelos mídia. A tese atingiu seu clímax com um seu defensor, Ivan Illich, e veio para o campo propriamente filosófico com o alerta contido no A condição pós-moderna, de Lyotard. Talvez só agora, nessa época em que a TV é de

A professora pedófila no banheiro

Para minha amiga Janaína Paschoal Dona Iracema era “das antigas”. Seu modo de ser professora, e não “tia”, ressoava pela escola. Estava para aposentar, andava doente. O magistério deixa as pessoas doentes, sabia? Mas mesmo em seus últimos dias, ela estava ela, junto da sua Caminho Suave, a cartilha que usava mesmo contra as indicações

O que ocorreu de fato com o ensino religioso?

POSTEI NO MEU FACEBOOK: “COMEÇAMOS COM O ‘ESCOLA SEM PARTIDO’. Fomos para a tirada da filosofia e da sociologia como disciplinas. Então, veio de novo a “cura gay” e, ainda por cima, generais sem serviço falando em Intervenção e o débeis do MBL buscando o fechamento da exposição de arte Queer do Santander. Agora, introduzimos

Pedagogia é curso de pobre

O número de matrículas no curso de pedagogia em forma de EAD já é maior que o número no curso presencial. Mas que não se pense que isso significa o aumento de números de professores no Brasil, pois os nossos cursos em EAD, em quaisquer habilitações, produzem 50% de evasão. Trata-se de um número que

Como evitar que seu filho fique burro

Não é mais permitido no Brasil chamar um jovem de burro. Várias mães, muitas pedagogas e todas as psicólogas acreditam que a burrice é um mito. Segundo essas pessoas, há uma genialidade espraiada entre nós. É claro que não estou entre essas pessoas que acreditam nisso. Não há 200 milhões de gênios em ação no

Ensino médio reformado: quando o menos é menos mesmo!

“Meu corpo, minhas regras”. Esse lema não vale para ninguém, em nenhuma sociedade. Ele vale menos ainda quando o espírito que o anima começa a colonizar todo o fluxo do pensamento de uma época. A própria noção de regra desaparece. Regra é norma coletiva, para colocar ordem de convivência em um grupo heterogêneo. Se cada

Older Posts››