Go to ...

Paulo Ghiraldelli on YouTubeRSS Feed

19/08/2017

Comportamento

Fê Minazzi acaba mostrando a direita emburrecida

Conhecem o personagem Fernanda Minazzi, a Fê Minazzi? É uma garota que faz uma petista retardada (pleonasmo). É bem engraçado, criativo. A garota fala mole, meio errado, cheio de jargão próprio do que alguns chamam de “garotona maconhada da universidade”. Um tipo de filha de Renato Janine Ribeiro com Marilena Chauí. Não dá para não

Dia dos animais – 4 de outubro

Defendo animais. Até aqueles que alguns dizem não merecer! Mas que não me venham com o discurso às vezes pouco inteligente do especismo. O cachorro é realmente diferente. Ele tem a ver conosco de um modo especial. Ele e o cavalo possuem brancos nos olhos, por isso um olhar humanizado. Ele, o cão, e só

Não há nada mais chato que ser palestrante

Quando era garoto, queria seguir como filósofo, mas tinha pavor de ser professor. Achava aquele trabalho de entrar em várias salas de aula e se repetir, a coisa mais enfadonha do mundo, até mesmo degradante. Quando me tornei professor e vi realmente que tinha que me repetir, e que até mesmo na universidade tinha que

Afinal de contas, o que é bullying?

Todos nós nascidos nos anos cinquenta conhecíamos a regra paterna, que valia até para as meninas: “voltou chorando por conta de apanhar na escola, apanha dobrado em casa”. Não sei se criamos uma geração muito boa com tal regra. Eu tomo lá meus remédios psiquiátricos! O certo é que no meio do movimento libertário, mas

Da maconha à misoginia

Soninha Francine era da MTV. Fazia um bom programa. Aí foi para a TV Cultura. Bom trabalho também. Mas uma vez pega de surpresa em uma entrevista, respondeu “sim” à pergunta se fumava maconha. Foi demitida por “justa causa”. A TV Cultura alegou que ela lidava com um programa de jovens, e não poderia incentivar

Marcela, a bela

Letícia Sabatela é linda. Marcela Temer é linda. Quem não consegue vê-las esteticamente, mas põe óculos políticos para tal, foi arrastado por algo que eu não titubearia em dizer que é força da porta do inferno. Dificilmente uma pessoa assim consegue ter momentos felizes na vida. Não existe em uma mulher “beleza interior”. As mulheres

O monstro olímpico comendo brasileiras e brasileiros

A relação do Brasil com o símbolo Brasil é uma eterna relação de amor e ódio. O monstro olímpico, ou seja, nossa exposição em competições internacionais seguidas, nos devora fácil. Põe para fora nossas entranhas. Fica fácil então entender essa relação ambígua que temos com a imagem do país e com a imagem do brasileiro.

Sexo entre pais e filhos não é crime

A imprensa voltou a expor casos de namoro entre mãe e filho e coisas semelhantes (reportagem aqui). Não é no Brasil, mas nossas redes sociais pegaram fogo assim mesmo. Um batalhão de desinformados, com espadas religiosas que de religiosidade não têm nada, vieram gritar por “caça às bruxas”. Querem o moralismo feito de sangue.

Quando os velhos sabem mais?

Há épocas na história da humanidade que as diferenças de idade contam pouco. Todavia, nos tempos atuais, com as mudanças sendo cada vez mais rápidas, os um pouco mais velhos diferem muito dos menos velhos. Além disso, cada geografia tem a sua história e os seu cortes, suas rupturas e fossos. Conforme a situação, um

Obama e o porte de arma

ATIRAR EM OUTROS em universidades, estádios, boates etc., virou festa macabra corriqueira nos Estados Unidos. Mas isso nada tem a ver, de modo direto, com qualquer American Way of Life que inclua violência, mas sim com a maneira que a indústria de armas floresceu nas costas da tradição de um povo que desde o início

O imaturo que não consegue ser meu leitor

Venho notando que não consigo falar com o imaturo. Ele entra aqui, não consegue conviver com o ambiente filosófico de crítica cultural, fica irritado porque é contrariado, xinga e começa a espernear. 

O Feminismo que não aceita a diversidade geme diante da beleza de Marcela

Marcela Temer pode ser a primeira dama do Brasil. A revista Veja a descreveu como ela é, sem imputar qualquer artifício. Ela pode ser tida como “bela, recatada e do lar”. Noventa por cento da reportagens sobre ela, antes da Veja, em diversas revistas de várias tendências, destacaram esse predicados, especialmente o recato. 

A mulher de Temer ou Quando o feminismo emburrece

A mulher de Temer é, segundo a revista Veja, “Bela, recatada e do lar”. Antes de um juízo de valor, o que revista fez foi uma descrição exata de Marcela Temer que, creio eu, deve ter achado a tal reportagem  como bem justa. Marcela é mesmo bela, recatada e do lar. 

Older Posts›› ‹‹Newer Posts