Go to ...

Paulo Ghiraldelli on YouTubeRSS Feed

16/01/2017

Comportamento

Não se nasce mulher, torna-se – com maquiagem!

Era difícil para o grego ver beleza como alguma coisa distinta de harmonia. E essa harmonia ele não encontrava senão na organização do todo, ou seja, do cosmos. Uma tal palavra, kosmos, tinha como oposição exatamente a desorganização, kaos. A geografia do Mediterrâneo, na parte relativa aos gregos e suas colônias, fornece um conjunto de

Luiz Carlos Ruas, o homem

Luiz Carlos Ruas, quem é? O mais triste é ver o jornalismo brasileiro não tendo a mínima preocupação de chamar Ruas pelo nome, usando “o ambulante”. Ou seja, “um popular”. Ou: “morreu na contramão atrapalhando o tráfego”. “Atrapalhando o Natal”. A essa altura do campeonato, três dias após o Natal, quando morreu, já era para

Todo mundo é obrigado a ter filhos?

80% das críticas ao papa Francisco são coisas de ranhetas reacionários, 19% são de gente com informação torta, 1% são críticas com algum fundamento, mas, assim mesmo, nem sempre corretas. O papa disse que não deveríamos nos reproduzir como coelhos. Depois disse que as mães estavam evitando ter filhos para ficar com cachorros, pois os

Natal em família, mas sem o Calligaris por perto!

Para meu amigo Contardo Psicanalista sério tem a obrigação de dizer que o mundo é torto, e que é mais torto ainda porque é uma projeção de nós mesmos, todos tortos. Calligaris é um psicanalista sério, ou até mais que isso, é genial. Os imitadores baratos que ele tem no jornal que escreve deveriam parar

As mães podem diminuir a crueldade no mundo

“Pau que nasce torto morre torto”. Bobagem, árvores se dirigem segundo o sol, o vento e os alimentos. Não entorta aleatoriamente. Pode endireitar. Homens podem ser melhores por conta das antropotécnicas de sua produção, que contém um ingrediente sempre presente, fundamental e constituinte chamado mãe. Nesse caso, esse ingrediente precisa exercer sua função que não

Calligaris, o único pessimista inteligente

Calligaris é um dos nossos melhores ensaístas populares. Ele é uma década mais velho que eu e duas décadas mais velho que os que, mentindo, dizem terem vivido os anos 60 e posam agora de “os mais velhos”. Atualmente são as pessoas entre setenta e oitenta anos que realmente viveram a revolução dos Sixties. Calligaris

Moral conservadora e linguagem

Somos mais conservadores hoje? Meu amigo professor Manoel Lucas Marthos tem exposto na Internet, aqui e acolá, vários elementos a respeito de nosso “admirável mundo novo”, o mundo do futuro que é, enfim, o que vivemos. Esse mundo é, na conta de Marthos, visivelmente mais conservador. No que tange a moral sexual, então, nem se fale. Qualquer

Inteligência de filhos tende ser mais materna que paterna – sabia?

As pesquisas últimas de cientistas que trabalham com neurologia, hereditariedade e inteligência, associados aos que trabalham com investigações sobre meio social e inteligência, mostram que traços tipicamente considerados como os da ordem da inteligência são passados pelo parceiro feminino. Essas pesquisas foram feitas em ratos, através de trabalho em genética, e com humanos, a partir

“Gorda e burra” – é preconceito?

“Aquela mulher é gorda e burra”. Não há nenhum preconceito nessa frase. Ela é puramente descritiva. Uma mulher gorda é descrita como gorda, uma mulher burra é descrita como burra. Descrever não é conceituar ou preconceituar. É difícil entender isso? Preconceito haveria se a frase contivesse implicação: “Gorda, então burra”. A implicação tradicional: se p,

Fê Minazzi acaba mostrando a direita emburrecida

Conhecem o personagem Fernanda Minazzi, a Fê Minazzi? É uma garota que faz uma petista retardada (pleonasmo). É bem engraçado, criativo. A garota fala mole, meio errado, cheio de jargão próprio do que alguns chamam de “garotona maconhada da universidade”. Um tipo de filha de Renato Janine Ribeiro com Marilena Chauí. Não dá para não

Dia dos animais – 4 de outubro

Defendo animais. Até aqueles que alguns dizem não merecer! Mas que não me venham com o discurso às vezes pouco inteligente do especismo. O cachorro é realmente diferente. Ele tem a ver conosco de um modo especial. Ele e o cavalo possuem brancos nos olhos, por isso um olhar humanizado. Ele, o cão, e só

Não há nada mais chato que ser palestrante

Quando era garoto, queria seguir como filósofo, mas tinha pavor de ser professor. Achava aquele trabalho de entrar em várias salas de aula e se repetir, a coisa mais enfadonha do mundo, até mesmo degradante. Quando me tornei professor e vi realmente que tinha que me repetir, e que até mesmo na universidade tinha que

Afinal de contas, o que é bullying?

Todos nós nascidos nos anos cinquenta conhecíamos a regra paterna, que valia até para as meninas: “voltou chorando por conta de apanhar na escola, apanha dobrado em casa”. Não sei se criamos uma geração muito boa com tal regra. Eu tomo lá meus remédios psiquiátricos! O certo é que no meio do movimento libertário, mas

Da maconha à misoginia

Soninha Francine era da MTV. Fazia um bom programa. Aí foi para a TV Cultura. Bom trabalho também. Mas uma vez pega de surpresa em uma entrevista, respondeu “sim” à pergunta se fumava maconha. Foi demitida por “justa causa”. A TV Cultura alegou que ela lidava com um programa de jovens, e não poderia incentivar

Marcela, a bela

Letícia Sabatela é linda. Marcela Temer é linda. Quem não consegue vê-las esteticamente, mas põe óculos políticos para tal, foi arrastado por algo que eu não titubearia em dizer que é força da porta do inferno. Dificilmente uma pessoa assim consegue ter momentos felizes na vida. Não existe em uma mulher “beleza interior”. As mulheres

O monstro olímpico comendo brasileiras e brasileiros

A relação do Brasil com o símbolo Brasil é uma eterna relação de amor e ódio. O monstro olímpico, ou seja, nossa exposição em competições internacionais seguidas, nos devora fácil. Põe para fora nossas entranhas. Fica fácil então entender essa relação ambígua que temos com a imagem do país e com a imagem do brasileiro.

Sexo entre pais e filhos não é crime

A imprensa voltou a expor casos de namoro entre mãe e filho e coisas semelhantes (reportagem aqui). Não é no Brasil, mas nossas redes sociais pegaram fogo assim mesmo. Um batalhão de desinformados, com espadas religiosas que de religiosidade não têm nada, vieram gritar por “caça às bruxas”. Querem o moralismo feito de sangue.

Quando os velhos sabem mais?

Há épocas na história da humanidade que as diferenças de idade contam pouco. Todavia, nos tempos atuais, com as mudanças sendo cada vez mais rápidas, os um pouco mais velhos diferem muito dos menos velhos. Além disso, cada geografia tem a sua história e os seu cortes, suas rupturas e fossos. Conforme a situação, um

Older Posts››