Go to ...

Paulo Ghiraldelli on YouTubeRSS Feed

16/01/2017

About Paulo Ghiraldelli

Filósofo

Posts by: Paulo Ghiraldelli

Marianne: a desconhecida das feministas

A ONU cedeu de maneira tola às cartas de um público bastante circunscrito, que reclamou da organização por esta ter escolhido a Mulher Maravilha como a sua figura símbolo para as mulheres. Os protestos vieram principalmente de feministas. A objeção foi quanto aos seios grandes da atual Mulher Maravilha, responsáveis por uma “exagerada  sensualidade”. A

Bauman como exemplo da degradação da cultura

Em meados dos anos noventa, eu já estava pelas tampas com as aulas em cursos de licenciatura em universidades públicas. Os alunos já não mais acompanhavam raciocínios, queriam só frases esparsas. Eu acreditava que havíamos chegado no fundo do poço. Meu Deus, que falta de visão a minha! Foi então que surgiu a Internet. Anunciava-se

Tocqueville, Trump e os jornais

Duvido que uma pessoa como Trump possa ler algum livro. Mas, pensando no que um presidente americano – e todo estudante brasileiro – deveria ler, não há dúvida que, no caso atual, o melhor seria A democracia na América. 

The American Dream reposto por Deus

Terminada a Segunda Guerra Mundial os Estados Unidos trouxeram para o mundo o que havia sido gestado em cem anos: The American Dream. As classes médias do mundo todo foram se americanizando e, nesse ímpeto, passaram a importar o modelo do que era lícito sonhar. O ideal era uma família de dois filhos, carro novo

O homem é homem se tem sua raposa

Meu avô foi um rábula. Um estudioso do Direito que, tendo como escola um bom escritório de advocacia, ganhou condições para prestar o exame da OAB e se tornar advogado. Com isso, chegou a ser advogado do Palácio dos Bandeirantes, na gestão de Adhemar de Barros. Foi um sábio, sem dúvida. Seu nome era Carlos

O drama da verdade em filosofia a partir de Tocquevile

O pragmatismo é uma corrente filosófica que a América reivindica, com razão, como sendo de sua propriedade criadora. Seus três grandes heróis nasceram no século XIX: Peirce, Dewey e James. Os escritos desses homens construíram uma parte da história da filosofia no século XX, encorpando trabalhos sobre lógica, epistemologia, teoria moral, política da democracia, estética,

Um espectro ronda a modernidade: a maioria

A ficção de um dos episódios da série Black Mirror mostra um mundo onde todos são avaliados e premiados com nota a partir de uma continua votação via rede social. Por essa avaliação, cujos critérios são os mais frívolos possíveis, uma vez que são o da moda e decido pela maioria, redistribui as oportunidades gerais

Entrevista exclusiva de Janaína Paschoal sobre chacina, indenização, sistema carcerário e direitos humanos

Em entrevista exclusiva para este blog, Janaína coloca posições com as quais não discordo em nenhum ponto, levando em conta a política prática. Bem distante de direita e esquerda, Janaína acerta o alvo – Paulo Ghiraldelli. Vejam! Paulo Ghiraldelli: Janaína, muita gente pergunta se não seria o caso do estado indenizar vítimas de bandidos, e

O fim total do quarto monoteísmo

Bem antes do fim do Muro de Berlim Moscou já havia deixado de ser um lugar de peregrinação do Quarto Monoteísmo. Agora, finalmente, também é Havana que se despede desse posto, com a morte de Fidel. O próprio ditador, dizem alguns, havia pedido para não fazerem estátuas suas, para evitar o “culto à personalidade”. Na

O fim da homogeneidade na política

Temos hoje no Brasil um equilíbrio entre direita e esquerda, ao menos em termos do debate público em termos retóricos, um maior equilíbrio que até bem pouco tempo atrás. No cenário internacional isso também ocorre. Trata-se do resultado do número de anos que nos distancia, agora, do fim da URSS e do desmantelamento do chamado

Luiz Carlos Ruas, o homem

Luiz Carlos Ruas, quem é? O mais triste é ver o jornalismo brasileiro não tendo a mínima preocupação de chamar Ruas pelo nome, usando “o ambulante”. Ou seja, “um popular”. Ou: “morreu na contramão atrapalhando o tráfego”. “Atrapalhando o Natal”. A essa altura do campeonato, três dias após o Natal, quando morreu, já era para

Tudo é uma questão de ponto de vista, mas sem banalidade.

Falamos das coisas como divididas entre “características intrínsecas” e “características meramente relacionais”. Ou seja, há atributos de algo que avaliamos como pertencentes à própria coisa, que não podem mudar, e há atributos desse algo que são mutáveis, segundo nossa visão ou posição histórica ou geográfica, e que portanto podem mudar sem que o algo analisado

Só um Deus pode nos salvar

A Oliver Cromwell se atribui a seguinte frase: ‘nunca um homem sobe mais alto do que quando não sabe aonde aonde vai’. A sentença é lembrada por Peter Sloterdijk no livro em que constrói uma “teoria filosófica da globalização”, que na língua portuguesa ganhou o belo título O Palácio de Cristal. O filósofo alemão cita

A magia da Natividade

Como já havia ocorrido com sua mãe, Ana, Maria também engravidou por fora da relação oficial. Mas, exceto pela participação de anjos anunciadores, as histórias dessas duas mulheres diferem. A história de Ana não pertence aos Evangelhos canônicos e sim aos apócrifos: Protoevangelho de Tiago, Evangelho do pseudo-Mateus e o Evangelho da Natividade da Virgem.

Older Posts››