Go to ...

Paulo Ghiraldelli on YouTubeRSS Feed

25/05/2017

About Paulo Ghiraldelli

Filósofo

Posts by: Paulo Ghiraldelli

João Pereira Coutinho quer ser uma galinha. Por quê?

O articulista lusitano da Folha (23/05/2017) saiu de seu costumeiro conservadorismo para aderir ao tão criticado “construtivismo social”, visto pela direita de ser tipicamente “esquerdista”. O seu lema é: se alguém que não é negro por pigmentação da pele quer se negro, acha-se negro, tem identidade social de negro, temos de tolerá-lo como estamos fazendo

Por que há devotos de políticos?

“Por que as pessoas só enxergam a vilania dos homens públicos das outras correntes políticas?” Esta é uma das perguntas de um artigo (Folha, 20/2017) do advogado criminal Luís Francisco Carvalho Filho. O calor da política é sempre mais popular que a inverno da filosofia. A questão de Carvalho Filho, que ele não responde, só

A imprensa na era da “pós-verdade”

Com o desenvolvimento da Internet, a partir de 1995, não demorou muito para que se notasse a perda de assinantes dos principais jornais do mundo. O filósofo alemão Jürgen Habermas chegou a anunciar o fim dos principais jornais alemães, que iriam perder a independência financeira e ter de ceder a alguma ajuda do Estado. Alguns

Os Neves, de Tancredo a Aécio

Tancredo era um homem conservador em todos os sentidos. Moralmente e economicamente optava por tradição de costumes e ortodoxia monetarista. Politicamente, no entanto, Tancredo não era propriamente um conservador, era apenas mineiro. Tinha apreço por alianças amplas. Foi assim que, em pleno regime militar, conseguiu tecer uma tela que serviu de pano de fundo para

A vida sob a obscenidade máxima

A Bíblia é impossível de ser proveitosamente lida com olhos pornográficos. A pornografia caracteriza-se  pela exibição da carne sem seus mistérios. A leitura da Bíblia de modo literal, sem hermenêutica, é a transformação do texto na banalização do facilmente visível. Trata-se, nesse caso, da leitura pornográfica. A leitura pornográfica da Bíblia, promovida pelos pastores das

Quem é Lula hoje?

Lula foi desmascarado uma centena de vezes. A única vez que se sentiu envergonhado e desconcertado foi na primeira aparição pública para explicar o “mensalão”, há mais de uma década. Pessoas que estão hoje dirigindo empresas ou fazendo seu doutorado ou dando duro para sustentar família eram garotos nessa época, não se lembram ou nem

Por que ler Peter Sloterdijk?

Escrevi Para ler Sloterdijk (Via Verita, 2017) em forma de livro. Penso que em forma de breve artigo cabe falar também em algo como “por que ler Sloterdijk?”. Sloterdijk é uma fonte de inspiração. Todavia, o elemento mais original de suas investigações, o que é propriamente exclusivo dele, é o que ele chama de antropotécnicas.

Somos todos dopados

Somos todos dopados. Aliás, só vivemos em função do doping. Nosso corpo produz substâncias que nos dão prazer semelhante ao que procuramos por conta de efeitos químicos do doping. A medicina sabe disso, mas comenta pouco. A filosofia sempre quis ignorar isso. A filosofia imagina que se a química nos diz algo, esse algo tem

O que pensar da Reforma Trabalhista?

Quando havia comunistas na Terra e quando os fascistas preparavam a II Guerra, era comum o ataque de ambos ao liberalismo. Às vezes, até algumas alianças se faziam entre os polos opostos. As confusões eram comuns. Os comunistas diziam que o liberalismo mantinha hierarquias demais e que, por isso mesmo, tinham um pé no fascismo.

Notas para uma teoria da violência religiosa

Será mesmo que podemos levar a sério divergências religiosas, ideológicas, classistas, de gostos e tudo que implica alguma forma de exposição concatenada em uma forma de narrativa mais ou menos racional? Será que temos realmente divergências dessa ordem? Talvez nossas divergências — especialmente as que levam à violência religiosa — não sejam senão mero xenofobismo.

O ódio inventado pelos bonzinhos

Pondé e Karnal são bonzinhos, eles divergem, mas polidamente. Na verdade, não divergem. São posers.  Simples midiagogos posers. Conversam amigavelmente sobre orelhas de livros que não leram e, por isso mesmo, por não acreditarem em nada do que dizem, podem falar de modo tão pomposo quanto Renato Janine Ribeiro. Agora vamos ter Bial também “conversando”.

Os dias NÃO eram assim

A Globo não conta a história da Ditadura Militar no Brasil na série Os dias eram assim. Conta uma narrativa sobre amor de algumas pessoas nos anos 70. Mas vamos escutar de muitos que ainda não aprenderam a ler o gênero literário chamado folhetim, dado a insuficiência do nosso ensino médio, que a Globo está ensinando

Por que devemos cometer suicídio?

Caso estivéssemos nos anos 80, Jô Soares seria o mais indicado para dizer algo como “é claro que dá vontade de cometer suicídio após ver 13 Reasons Why na Net Flix, mas não só adolescentes, qualquer um!”. Vi só um pedacinho. Não é lá coisa boa. Mas filósofo crítico de arte não é o que

“Jesus é Deus”

A existência histórica de Jesus é uma coisa, a divindade de Jesus é outra. Investigamos a primeira na disciplina história com a ajuda da arqueologia, da antropologia e de recursos das ciências naturais. A segunda é matéria da teologia. Não tenho a ver nem com uma e nem com a outra. Sou filósofo. Nós filósofos,

Quem foi Platão e qual o seu projeto

Platão passou uma parte da vida tentando mostrar aos atenienses que Sócrates não foi um sofista. Gastou outra parte da vida procurando formular a teoria de uma cidade justa, e que deu origem ao platonismo propriamente dito. Dedicou seus últimos anos a uma severa autocrítica, no interior mesmo de sua escola, a Academia, e terminou

Older Posts››