Go to ...

on YouTubeRSS Feed

16/12/2018

Seios desnudos apavoram bolsonaristas


[Artigo para o público em geral]

O que mais nos mostra que a direita é tosca é o seu medo dos seios desnudos. Não raro, uma tal cena também incomoda os que se pensam como sendo de esquerda, mas cujo moralismo barato não condiz com a libertarismo que, em tese, seria inerente à esquerda. Todavia, é interessante notar que os seios desnudos, como cena libertária, faz parte de um protesto extremamente moderno. Os antigos, ou melhor, as mulheres anteriores à modernidade, preferiam mostrar a vagina como sinal, digamos, não de protesto como nós o entendemos hoje, no campo político, mas com uma maneira de deslocar comportamentos. Nesse caso, tratava-se do cultivo de um ato humorístico.

Marianne

Marianne

Nas histórias dos antigos encontramos a Baubô. Diante da infelicidade de Deméter, ela foi quem levantou a saia e lhe mostrou a vagina, em ato inusitado, provocando seu riso e, enfim, a desanuviação de seu estado de depressão. Baubô era a deusa da alegria entre os gregos. Esse gesto, o de levantar a saia, mostrou-se como uma prática entre mulheres quer perdurou durante muito tempo, chegando mesmo ao século XIX, nos cabarés europeus e nos bares dos territórios do Oesta americano. O riso então, já se mesclava com a sensualidade. Derivado dele surgiu o gesto de mostrar as nádegas – que com tempo serviu mais para homens que para as mulheres, e que até hoje aparece em protestos de rua que visam chocar os olhares conservadores. É o velho humor. Mas para gente velha cabeça, o protesto às vezes tem que ser velho também.

Os modernos nunca foram muito amigos do humor. Por isso, seus protestos atinentes a questões direta ou indiretamente femininas, após a era de Mariane, a figura icônica da Revolução Francesa, incorporaram de vez a cena da mulher com o seios de fora. Vagina todas as mulheres possuem, mas seios, só as adultas. Ao fazer dos seios de Mariane à mostra o seu principal símbolo, a França revolucionária trouxe à tona duas funções necessárias a um governo que não tem mais razão para brincar com as necessidades do povo: o leite para amamentar os filhos da França e, ao mesmo tempo, a beleza austera da mulher que, antes de tudo, não vê a vagina como seu órgão sexual, mas os seios como o local do prazer autorizado. A mulher adulta, é dona de seu corpo.

Baubô

Baubô

Para protestos de homens, usamos o que restou da Deusa Baubô, as nádegas desnudas, para o protestos de mulheres, somos autenticamente modernos e preferimos os seios nus.

Quando os movimentos de mulheres trazem para a cena dos acontecimentos os seios desnudos, é porque a coisa é séria, é a face da mulher adulta, responsável, que se quer mostrar não mais como um segunda criança no lar, mas a figura humana dona de seu destino. A mulher se põe na jogada como não mais tutelada. Os homens conservadores,  a direita, entendem bem o recado. Ficam numa atitude dúbia. Os homens conservadores que gostam de mulheres, nessa hora, não sabem se ficam admirando ou se as chamam de “vagabundas”. Mas, na verdade, fazem as duas coisas, todavia, com um medo enorme. Pois não poderia estar ali uma filha sua, que ficou adulta? Ao mesmo tempo, ali estão os seios que são um recado claro para o homem reacionário: “eu os mostro, mas você lambe com a testa!”

Os homens esperneiam diante de seios desnudos, porque a cada dia que passa, mais eles voltam a se apresentar,  e mais a desqualificação moralista dos homens de direita aparece como sendo “babaquice” – não os pega.

As mulheres acham que gente como o filho do Bolsonaro, que quer “mulheres de direita” que são “mais higiênicas”, não podem suportar seios desnudos. E estão certas nisso. Pois esse tipo de garotão não está percebendo que, cada vez mais, mulheres os acham realmente babacas. Mariane é uma vencedora, ainda que tenha interrompido o humor. Mas, afinal, alguém quer ter humor ao combater o nazi-fascismo? Não mesmo!

Paulo Ghiraldelli Jr., 61, filósofo

Foto capa: Mariana Mendonça, 23 anos, atriz. Ela esteve no protesto da Cinelândia, no Rio de Janeiro. 

Tags: , ,

8 Responses “Seios desnudos apavoram bolsonaristas”

  1. Gilson Vasconcelos
    12/11/2018 at 10:25

    A palavra de ordem #elenão unifica a luta contra o fascismo. Isso já basta para que seja entendida.

  2. Fabiano
    08/10/2018 at 15:34

    Justamente por não ser partidária independente de haver alguns petistas infiltrados foi um fracasso, porque quando vcs dizem ele não a sociedade pergunta então ele quem, ñ se pode substituir algo por nada ou estou enganado por acaso!

    • 08/10/2018 at 15:41

      Fabiano não entendi nada do que escreveu, seu português tá pior que o do Bolsonaro.

  3. PULO
    03/10/2018 at 20:35

    hoje, NO CULTO DAS 18:00, OUVI, OUVI NA MINHA IGREJA AQUI DE MINHA CIDADE, QUE TUDO ISSO, AS MULHERES MONSTRANDO AS PARTES PUDENDAS, NO SABÁDO, É UMA VERDADEIRA IMORALIDADE… E TODO MUNDO GRITANDO: BOLSANARO VAI ACABAR COM TODA ESSA IMUNDÍCIE@FIQUEI ABISMADO. VOTO NO CIRO, COM A GRAÇA DE DEUS.

  4. Fabiano
    03/10/2018 at 10:59

    É Professor mas parece que a militância de vcs no ele não surtiu efeito contrario inclusive entre o voto das mulheres , é desesperador não é mesmo kkkk

    • 03/10/2018 at 16:33

      Fabiano a militância no elenão não é partidária. Você não entendeu nada. Ah, bom, como que um bolsonarista iria entender alguma coisa!

  5. LMC
    02/10/2018 at 11:12

    E o Edir Macedo disse que vai
    apoiar o Boçalnaro.Não é uma
    maravilha?kkkkkkkkkkkkk

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *