Sociedade contemporânea e fracasso pessoal

Sociedade contemporânea e fracasso pessoal

No quadro contemporâneo, o pior xingamento atual na América é loser, o que para nós equivale ao “fracassado”, aquele tido como o eterno “perdedor”. “Fracassado” é um adjetivo que, dizem, dói para o homem mais que “gorda” para a mulher. O homem contemporâneo não se dói mais quando o chamam de “sem caráter” e coisas assim; até “corno” o homem contemporâneo começa a suportar. Ele resolve isso, se ainda dá importância, pela Justiça, invocando as questões de ofensa pública etc. No entanto, bate-lhe no que restou de alma o qualificativo “fracassado”. Este pesa, sim, para valer. Não à toa a doença psíquica contemporânea é a distimia. Do que se está falando? Continue reading