Go to ...

on YouTubeRSS Feed

23/10/2017

“Hábitos alimentares” do cristão

Os platônicos pensaram a alma de modo tripartite, ilustrada de maneira maravilhosamente literária no Fedro, a imagem da biga com os cavalos branco e negro e o intrépido cocheiro. A visão tripartite só perdeu prestígio na modernidade, quanto o thymos praticamente desapareceu, e tudo foi reduzido ao dualismo razão-paixão ou, na linguagem da literatura de

Educação

Proibida a Educação Artística no Brasil

Estamos em uma época estranha, de retrocesso cultural em vários setores. A filosofia e a sociologia estão sendo empurradas para a fora da escola. A educação artística já recebeu seu chute. Mas, nesse caso, foi expulsa da sua própria casa: o museu. Urinada até no calcanhar de medo dos reacionários gritões, a direção do MASP

Política

Você quer a ração do Dória?

Foi no tempo do começo do boom da soja! A soja havia entrado na vida, e estava para conquistar todos nós. Começava-se a dar soja aos humanos como já se dava aos outros animais. E eis então que o cambaleante governo da Ditadura Militar, precisando de alguma ideia simpática para apresentar na TV, recebeu uma

Educação

O desescolarizado aprende pela TV?

Chegamos a pensar, ao menos nos anos setenta, que a escola poderia ser substituída pelos mídia. A tese atingiu seu clímax com um seu defensor, Ivan Illich, e veio para o campo propriamente filosófico com o alerta contido no A condição pós-moderna, de Lyotard. Talvez só agora, nessa época em que a TV é de

Educação

A professora pedófila no banheiro

Para minha amiga Janaína Paschoal Dona Iracema era “das antigas”. Seu modo de ser professora, e não “tia”, ressoava pela escola. Estava para aposentar, andava doente. O magistério deixa as pessoas doentes, sabia? Mas mesmo em seus últimos dias, ela estava ela, junto da sua Caminho Suave, a cartilha que usava mesmo contra as indicações

Arte

O que é “Bicho”, de Lygia Clark?

Existe o “dentro” e o “fora”? Sabemos que no mundo ocidental essa pergunta não era importante com os gregos, mas que recebeu atenção quando Santo Agostinho inventou a interioridade. Com o filósofo-bispo Deus passou para dentro do homem, por meio de leis incrustadas no coração humano. Séculos depois, Rousseau deu ainda mais importância – como

View More ››
Filosofia social

O caso do MAM: para os toscos não civilizados o nu sempre é agressivo

Foi o sociólogo Norbert Elias que falou do relaxamento quanto ao policiamento dos costumes em uma sociedade civilizada. Ou seja, uma vez estabelecida e consolidada, a civilização exige menos contenção, menos disciplina forçada. A consolidação significa que a civilização já realizou o seu trabalho de fazer valer o império de uma sublimação adequada. Dou um

Educação

O que ocorreu de fato com o ensino religioso?

POSTEI NO MEU FACEBOOK: “COMEÇAMOS COM O ‘ESCOLA SEM PARTIDO’. Fomos para a tirada da filosofia e da sociologia como disciplinas. Então, veio de novo a “cura gay” e, ainda por cima, generais sem serviço falando em Intervenção e o débeis do MBL buscando o fechamento da exposição de arte Queer do Santander. Agora, introduzimos

Direito

A clínica de Hitler aguarda você!

Se não tivéssemos acoplado a noção de subjetividade moderna à noção de interior, e feito de ambas o lugar da verdade sobre nós, não teríamos criado a psicologia com a força que ela tem nos dias de hoje. Então, não estaríamos agora nesse briga sobre se a psicologia pode ou não pode dar a palavra

Filosofia social

O que fez o juiz da tal “cura gay”?

O fato: o juiz de Brasília indiretamente lidou com a homossexualidade como se ela pudesse sofrer intervenção clínica, e o fez em nome da “liberdade científica” (confira aqui a matéria do Estadão). Sobre esse assunto, há o aspecto jurídico e o aspecto filosófico, ou seja, metafísico. Abaixo, abordo ambos, de modo breve. Sobre o aspecto

Filosofia

O que é arte e o que não é arte?

A diferença entre o erótico e o pornográfico todos sabem: o erótico mantém sutilizas que provocam a imaginação, o pornográfico elimina sutilezas e castra qualquer relação ficcional que o observador possa ter com o que é exibido. A diferença entre o que é arte e  o que não é arte tem algo dessa distinção, mas

View More ››
Comportamento

O vitimismo chegou na direita!

Clint Eastwood representou o macho do cinema após John Wayne. Ambos tinham a carcaça republicana e reivindicaram para si e para seus personagens a silhueta do que seria o americano típico. Self-made-man durão, sedutor de mulheres até por meio da violência, incapaz de reclamar ou chorar, herói de uma selva do salve-se quem puder. Esse

Filosofia

O que o neopragmatismo de Richard Rorty não é

Em um livro de título William James, a construção da experiência, publicado no Brasil pela Editora n-1 (2017), o autor David Lapoujade faz questão de dizer que o pragmatismo não é aquilo que Richard Rorty defende. A frase que ele usa é exatamente esta: “nada mais distante dele [James] que as recentes teses ditas ‘neopragmatistas’

História

O 7 de setembro nos mostra mais ignorantes

Para o amigo Deonísio da Silva, da velha geração dos professores cultos A “HISTÓRIA NÃO CONTADA”, inventada pela esquerda e agora reencarnada pela direita, tornou-se oficial. Politizamos a história de modo demasiado, à esquerda e à direita, e com isso ficamos estúpidos. Nossa juventude está estúpida. Como isso ocorreu? Nos tempos da Ditadura Militar surgiu

Filosofia social

Esquerda e direita em Peter Sloterdijk

Podemos falar em direita e esquerda atualmente? Claro que sim! Mas seria tolice, em filosofia social e política, não notar os deslocamentos dessa divisão na vida contemporânea, para além da prisão – e banalização – do vocabulário jornalístico. No meu entendimento, Peter Sloterdijk é quem melhor apreende as vicissitudes semânticas pelas quais estamos passando nesse

Comportamento

Anitta e o ejaculador

Anita é linda, sexy e tem ao seu lado produtores incríveis, que a fazem alcançar boas performances. Seus clipes são adoráveis, se respeitarmos o gênero de entretenimento no qual ela se propõe a trabalhar. Um vereador de Campinas, talvez daquela leva que xingou Simone de Beauvoir como personagem do ENEM (lembram da barbárie?), deu-lhe adjetivos

Filosofia

Peter Sloterdijk, filósofo da revolução

Peter Sloterdijk é taxativo: “eu concebo a filosofia como introdução à ciência revolucionária universal”. (1) Essa formulação é bem explicada por ele: Eu penso após a falsa revolução e no meio da alteração global das coisas. Eu trabalho numa teoria não-marxista da revolução e afirmo que a ‘revolução’ permanece o tema central verdadeiro do pensamento.

Filosofia

A modernidade: indivíduo, sujeito e sonho

Em 1615 Miguel de Cervantes publicou D. Quixote de La Mancha. Vinte e seis anos depois, em 1641, René Descartes publicou as suas Meditações Metafísicas. Dois séculos depois, essas obras já eram tomadas como elementos fundantes da chamada modernidade. Cervantes trouxe à baila a ideia moderna do indivíduo, aquele que é o autor de sua

Sociologia

O eterno tropeço da tropa de elite

A igualdade perante a lei fica ferida se há cota para negros em determinadas ocupações. Essa é uma interpretação liberal, mas de um liberalismo de Locke, não de um liberalismo atual, de John Dewey ou de Rawls. O liberalismo percebeu que precisava sair do século em que foi criado e se tornar um pouco mais

Filosofia

A sociedade da despedida da dor

Você já viu um porco morrer? Já olhou nos olhos de um boi antes um pouco dele ser abatido. No primeiro, os gritos são de socorro, no segundo, dá para perceber lágrimas. Os humanos, quando matam outros animais, fazem questão de dizer que não agem assim com outros humanos. Bobagem. Os humanos fazem menos drama

View More ››