Propaganda, ideologia e filosofia – o caso Viviane Mosé

Propaganda, ideologia e filosofia - o caso Viviane Mosé

Muitos dizem que se algo é marketing, então não vale. Luiz Felippe Pondé, em geral marqueteiro de si mesmo e da política de direita, usa para tudo que ele não gosta a frase “é marketing”. Assim, ele, que é de direita, funciona igualzinho os da esquerda carcomida. Essas pessoas pensam assim: propaganda é sempre propaganda enganosa. Nós todos, do mundo do mercado, e que pegamos nossas informações, na maior parte, de propagandas, dizemos que a propaganda não vale. Quase que por definição, a propaganda é o que carrega uma mentira como o seu todo. Falamos isso como divinos donos da posse de informações que são propagandísticas e que, por milagre, tapeiam só nosso vizinho. Continue reading